marco feliciano poder e politicaNesta terça-feira, líderes partidários se reuniram com o pastor Deputado Federal, Marco Feliciano, a fim de convencê-lo a renunciar a presidência da Comissão de Direitos Humanos na Câmara.

Segundo o jornalista Gerson Camarotti, do portal G1, o deputado José Guimarães (PT-CE), fez um apelo a Feliciano, para que ele renuncie seu cargo na CDHM, mas o parlamentar evangélico disse que poderá renunciar desde que os deputados condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STFP), também renuncie os seus cargos.

“Renuncio se João Paulo Cunha e José Genoíno, condenados no julgamento do mensalão, também renunciarem aos cargos que ocupam na Comissão de Constituição e Justiça”, respondeu Feliciano, causando mal-estar nos petistas.

Os petistas Cunha e Genoíno, apesar de serem condenados pelo STF, no maior escândalo político do país, conhecido como mensalão, mesmo assim assumiram cargos importantíssimos na Comissão de Constituição e Justiça, sendo essa a comissão mais importante da Camara.

“Eu fico. Eu fui eleito democraticamente. Pedi uma chance de poder trabalhar. Vou mostrar o trabalho”, disse o parlamentar evangélico aos lideres partidários.

Portal Padom

Deixe sua opinião