A justiça de Moscou decidiu no ultimo dia 08/06/12, que estão proibidos a realização das marchas do orgulho gay para os próximos 100 anos. Sendo que cinco regiões da Rússia já haviam proibido tais manifestações e veiculação de propaganda gay de 2012 até 2112.

Os religiosos tem apoiado a justiça para que essas manifestações realmente não possam acontecer, gerando assim o desagrado dos homossexuais russos.

“Em Estrasburgo declaram ilegais essas decisões. O tempo passa e continuaremos a pedir autorização para novas ações, mesmo que sejam rejeitadas”, disse Nikolái Alexéyev, líder dos homossexuais russos.

Alexéyev fez uma apelação contra a decisão da Justiça, mas foi rejeitado pelo tribunal da cidade de Moscou.

Para piorar ainda mais a situação dos homossexuais no país, uma recente pesquisa concluiu que 74% dos russos acreditam que os gays e lêsbicas têm algum problema mental e que são anormais. E menos da metade dos cidadãos do país acreditam que eles devam ter os mesmos direitos que os heterossexuais.

O artigo do Código Penal russo, 121, que sancionava com pena de prisão as pratica homossexual, não foi abolido ate 1993, ano em que também em que a homossexualidade foi considerada uma doença mental.

Resumindo tudo isso, aqui no Brasil e principalmente no Rio de Janeiro, os gays vivem ‘no paraíso’.

Portal Padom

Com informações Acontecer Cristiano e Bafonique

Deixe sua opinião