BRASÍLIA [ ABN NEWS ] – O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) afirmou da tribuna do Senado nesta quarta-feira (12) que a Igreja Universal “não vai dar a outra face calada” e contestará as “infâmias e calúnias” divulgadas peelos meios de comunicação.
Disse que os noticiários da TV Record vão “mostrar verdades e fatos”. Sustentou que as notícias começam com erros, ao afirmarem que um juiz teria aceito as denúncias do Ministério Público, quando “na verdade o juiz apenas abriu prazo para que seja apresentada a defesa”. Ele acredita que o juiz não aceitará as denúncias.
– Essa tese de que pastores tenham pego dinheiro de ofertas, mandado para o exterior e assim financiado recursos para enriquecer, não é nova. Isso já foi denunciado em 1993, com denúncia apócrifa. De lá para cá, a Polícia Federal, a Interpol, o FBI, a Receita Federal e, finalmente, o Supremo Tribunal Federal concluíram que as denúncias não tinham fundamento – disse.
Disse ainda “lamentar profundamente as notícias injuriosas, as calúnias, infâmias, insultos que têm sido publicados nos jornais brasileiros com relação a um processo que já correu no Supremo Tribunal Federal, que já teve sentença, e a sentença foi de inocentar”.
Crivella destacou em sua fala que “essa tese de que pastores tenham pegado dinheiro de ofertas, mandado para o exterior e assim financiado recursos para enriquecer, isso não é novo. Isso já foi denunciado em 1993, com denúncia apócrifa. De lá para cá, a Polícia Federal, a Interpol, o FBI, a Receita Federal e, finalmente, o Supremo Tribunal Federal concluíram que as denúncias não tinham fundamento”.
Marcelo Crivella diisse qe “assistiu, novamente, a todo esse calvário, todo esse rosário de acusações voltarem novamente à mídia; mas não fazem jus à verdade. Aliás, a reportagem começa com um equívoco técnico, porque a denúncia não foi aceita pela Justiça. O juiz recebeu a denúncia do Ministério Público e abriu prazo para que a defesa apresente seus argumentos”.
– É bem possível, e eu acredito que isso ocorrerá, que, quando a defesa for apresentada, essa denúncia não seja aceita. Agora, se essa denúncia não for aceita, páginas de noticiários, horas de programação de televisão e noticiários de rádio terão sido em vão ou terão apenas proclamado um processo quando, no mínimo, deveria ter sido dado tempo para que a Justiça se manifestasse adequadamente, aceitando ou não. Não aguardem que, dessa vez, a interpretação seja a de dar a outra face, ficando calado. Essa é uma lição interessante para nós observarmos. Tenho a impressão de que dar a outra face, muito mais do que a interpretação literal, significa responder mentira com verdades, calúnia com assertivas da realidade, e é isso que faremos. Hoje [12], o noticiário da TV Record será amplo e colocará na mídia aquilo que vai contraditar todo esse dilúvio de injúrias, infâmias, calúnias e insultos de que fomos vítimas”, finalizou.

Leia também!  Caroline Celico, esposa de Kaka, em mais uma entrevista demonstra que nunca foi convertida

ABN/padom

Deixe sua opinião