Pesando atualmente 60 kg, com 1,59 de altura, a cantora Mara Maravilha que chegou a pesar 70 quilos, revela ao site Ego, que durante sua carreira teve que lutar constante contra a balança e que sofreu muito com as alucinações por causa dos inibidores de apetite que tomava.

Mara recorda que aos oito anos se tornou apresentadora de um programa infantil na emissora de Silvio Santos, e que quando estava no auge da fama em sua adolescência, ela recorreu a remédios para emagrecer, para conseguir chegar ao corpo ideal.

 “Foi com 15 anos de idade que comecei a tomar inibidor de apetite. Me tornei uma dependente deles. Conseguir a medicação era muito fácil, não precisava nem de receita médica. Existe uma máfia que te fornece receita e basta ir à farmácia buscar o remédio”, lembra Mara.

A cantora que hoje segue a carreira gospel, afirma que os remédios alteram o seu humor para pior, a tornando uma pessoa triste e deprimida:  “Tomava o remédio e ficava transtornada. Não aconselho a ninguém entrar nessa! Estou aqui como uma vítima. Teve uma hora que o remédio não era mais inibidor de apetite e me criou uma dependência, não me deixava bem. Eu não era mais comunicativa, leve, eu ficava tensa. Ainda por cima, tinha alucinações.”

Há dez anos sem fazer uso dos inibidores de apetite, Mara acredita que eles fizeram muito mal a sua saúde, devido as dores que sente nas costas e também de nunca ter conseguido engravidar.

Casada há quatro anos com o dentista Alexander Vigna, eles moram com a filha do primeiro casamento de Vigna, “É alguma coisa comigo. Gostaria de ter filho, mas não é algo que me deixa neurótica. Esta nas mãos de Deus. Enquanto há vida, há esperança. Conversamos sobre a possibilidade de adotar uma criança.”

A ex-apresentadora se sustenta como cantora de música gospel fazendo shows pelo país, além de comercializar seus CDs em seu site, mas garante que a renda das bíblias vendidas nele é revertida para comprar mais edições do livro sagrado. “Meu único objetivo com a venda das bíblias é evangelizar. Eu peço que as pessoas colaborem na compra de bíblia e assim, encomendo mais publicações para a livraria. Quem tiver o coração aberto para isso, compra. Evangelizo com a palavra de Deus.”

Mara conclui a entrevista dizendo que: “Queria estar mais magra. Não estou como gostaria, mas psicologicamente estou bem no meu interior. Estou de bem com Deus, comigo, com as pessoas, com o meu esposo. Tudo passa. Meu marido é meu companheiro, anda comigo. Não adianta andar sozinha.”

Portal Padom

Com informações EGO

Deixe sua opinião