A estátua do anjo Moroni segurando as placas de ouro que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Santos, fundada por Joseph Smith que afirmou que continha o Livro de Mórmon
A estátua do anjo Moroni segurando as placas de ouro que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Santos, fundada por Joseph Smith que afirmou que continha o Livro de Mórmon

A maioria dos pastores afirmam que os mórmons não são cristãos, de acordo com uma pesquisa realizada pela LifeWay Research.

Num total 1.000 pastores protestantes americanos, participaram da pesquisa, respondendo a seguinte declaração: “Pessoalmente, considero os mórmons (Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias),  a serem cristãos”

Três quartos (75%) discordam da afirmação, incluindo 60% que discordam fortemente e 15% que discordam um pouco. Apenas 11% concordam parcialmente, 6% concordam e 9% não souberam opinar.

“Embora os pastores acreditem esmagadoramente que o mormonismo não é cristianismo, suas opiniões não devem ser confundidos com desprezo pessoal para os mórmons“, disse Ed Stetzer, presidente da LifeWay Research. “Uma pessoa pode respeitar um grupo religioso e até apreciar o seu compromisso com valores morais tradicionais, sem igualar suas crenças com a ortodoxia cristã.”

O mormonismo tem vindo aos olhos do público nos últimos anos com o aumento de adeptos proeminentes como candidato presidencial republicano Mitt Romney e o conservador e apresentador do talk show Glenn Beck.

De acordo com um estudo realizado pela Pew Research Center, de 2009, os mórmons compõem 1,7% da população adulta dos EUA e 58%  da população do Estado de  Utah fundado pelos primeiros líderes Mórmons. Em comparação, com os evangélicos protestantes e católicos romanos cada compõem cerca de um quarto da população dos EUA (26 % e 24% respectivamente).

Leia também!  “Eu sou um mórmon” Campanha se expande para mais cidades dos EUA

Setenta e seis por cento da população mórmon dos EUA está concentrada no Oeste, com 35% em Utah, 13%  na Califórnia e 7%  no Idaho.

A pesquisa de Pew mediu a intensidade das crenças e práticas religiosas, na qual os mórmones ganharam dos evangélicos e dos católicos. Um total de 83%  dizem que a religião é muito importante em suas vidas, em comparação com 56%  da população em geral. Três quartos dos mórmons (76%) freqüentam a igreja pelo menos uma vez por semana, em comparação com 39%  da população em geral.

Os pastores acima de 65 anos, são a faixa etária que menos discorda que os mórmons são cristãos.

“A exploração para a fé mórmon está no noticiário na política, entretenimento e esporte”, disse Stetzer a Charisma News,  “É inevitável que os pastores não sejam abordados com perguntas de seus paroquianos sobre o sistema de crença Mórmon. Todos os ministros fariam bem em aprender sobre O mormonismo e ter uma resposta pronta para suas congregações.”

Fonte: Portal Padom

Deixe sua opinião