Mãe que matou filho por não aprender o Alcorão de cor é condenada à prisão perpétua

0
82

assassina de filhoUma mulher do distrito de Pontcanna, na cidade de Cardiff, no País de Gales, foi condenada à prisão perpétua por espancar seu filho, Yaseen, até a morte e depois queimar o corpo, diz o jornal britânico “The Sun”. O motivo foi porque a vítima não conseguiu aprender as partes do Alcorão de cor.

O crime ocorreu em julho de 2010. Sara Ege, 33 anos, acusou na época o marido, o motorista de táxi Yousuf Ege, pela morte de Yaseen. O novo julgamento inocentou o pai do menino. Sara também foi considerada culpada de perverter o curso da justiça e condenada a uma pena de quatro anos para esse crime.

Segundo depoimento colhido no julgamento de assassinato, Sara tratava Yaseen como um “cão” e batia nele com um pau quando não decorava textos religiosos na rapidez desejada.

O estudante sofreu múltiplos ferimentos no corpo e morreu por conta das lesões internas causados por três meses de espancamentos. O corpo foi encontrado sem vida em meio a um incêndio, mas depois a análise constatou que o jovem havia morrido antes do fogo.

Bol / Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui