Os cristãos continuam sendo perseguidos, em alguns lugares na Terra onde eles representam uma minoria, segundo as advertências feitas por especialistas sobre o assunto.

perseguição-cristãos-mundoEstima-se que dos cerca de 2.300 milhões de cristãos que há no mundo, entre 9.000 e 100.000 morrem a cada ano por causa da fé. A oscilação das cifras é devido à falta de dados oficiais sobre o assunto.

O ministério Open Doors (Portas Abertas), afirma que os países como a Coréia do Norte, Arábia Saudita, Afeganistão, Iraque, Somália, Maldivas, Mali, Irã, Iêmen e Eritreia estão na lista negra dos países com mais perseguição.

No entanto, a hipótese de uma ofensiva global contra os cristãos não convence todos os observadores, já que para alguns se trata de conflitos locais e múltiplos. Por sua parte, na República Centro-africana e Sudão do Sul é mais do que uma repressão étnica, segundo o jornal El Tiempo.

Para os especialistas, as principais causas de perseguição figura radicalismo religioso, especialmente por extremistas islâmicos que querem expulsar os cristãos. Mas também extremistas hindus e budistas ameaçam os cristãos em suas áreas de influência.

A morte de pelo menos 40 pessoas em um ataque com um carro-bomba na última quarta-feira perto de uma igreja de Bagdá manchou de luto a celebração do Natal dos cristãos que vivem no Iraque. Enquanto no aeroporto de Bangui, República Centro Africana, centenas de cristãos se deslocaram esta semana tentando fugir da violência religiosa.

Este ano o Natal chegou marcado com tristeza para muitos cristãos sírios que tiveram que fugir de suas casas por causa da guerra e agora vivem no Líbano. Na Síria, Nigéria e Paquistão os cristãos têm sidos ameaçados coletivamente e na China foram presos vários pastores.

Durante uma entrevista ao jornal italiano La Stampa, o Papa Francisco lamentou a existência de um “ecumenismo sangrento”. Em alguns países, matam sem sequer perguntar se os cristãos são Anglicanos, Luteranos, Ortodoxos ou católicos. Eles misturam seu sangue. “

Em várias regiões do planeta são milhares de cristãos, católicos, protestantes, anglicanos e ortodoxos, que perdem a vida a cada ano, perseguidos por causa da fé que professam.

Outro fato é que pelo menos 25 países do mundo experimentam uma severa perseguição contra os cristãos que vão desde a discriminação aberta até na prisão e morte. O Centro Gordon-Conwell (CSCG) de Massachusetts, cifra em 100.000 o número de mártires cristãos que ocorrem a cada ano desde início do século XXI.

Portal Padom

Com informações de InfoBae e ABC

Deixe sua opinião