lugardecultoUm local para cultos que está entre as descobertas arqueológicas nas ruínas de Gaomiao, na província central chinesa do Hunan, evidencia que os habitantes locais desfrutavam de uma rica vida espiritual há 7,4 mil anos. Este altar é o mais antigo encontrado na China, segundo arqueólogos locais.

As ruínas de Gaomiao, situadas na cidade de Hongjiang, é um dos lugares do período neolítico melhor preservados em todo o País.

O Instituto da Arqueologia provincial organizou uma escavação de 15 mil metros quadrados entre fevereiro e março deste ano e descobriu vários lugares construídos para o culto juntamente com um grande número de utensílios utilizados durante os rituais.

He Gang, arqueólogo do instituto, destacou que é o lugar de culto mais antigo encontrado na China, o que demonstra que os ancestrais chineses acreditavam na vida após a morte.

Deixe sua opinião

Leia também!  Igreja de pastor assassinado em culto diz em meio à dor: “Bíblia é caminho da paz”