Início Noticias Gospel Internacional A longa e dolorosa batalha por Saeed Abedini

A longa e dolorosa batalha por Saeed Abedini

0
84

Noticias Gospel – Durante os últimos dois anos, o pastor americano Saeed Abedini tem estado em uma prisão iraniana por sua fé cristã. Os crentes de todo o mundo têm orado, e muitos participaram de uma vigília de oração pedindo a sua libertação.

A esposa do pastor, Naghmeh Abedini, tem liderado essa luta. Ela disse à CBN News que tem sido longa e dolorosa. Naghmeh disse que quando ela e Saeed se casaram, nunca pensou que alguma vez estariam separados.

“Eu nunca tive um compromisso antes de Saeed”, disse ela acrescentando: “Ele era tudo para mim e eu fazia tudo com ele, ele era meu melhor amigo”

Saeed, um cristão e um cidadão americano de origem iraniana, está cumprindo oito anos na prisão brutal Rajai Shahr, uma das piores prisões no Irã depois de fazer nada mais do que pregar o evangelho de Jesus Cristo.

saeed-abedini-esposa-casamento
Foto do casamento do pastor Saeed Abedini

O governo iraniano o tem chamado de  ‘uma ameaça à segurança nacional’ por praticar abertamente sua fé fora de seu país.

Enquanto esta na prisão, Saaed sofreu tortura e ameaças dos guardas e outros presos. Ele também sofreu hemorragia interna e outros problemas de saúde, mas as autoridades da prisão tem lhe negado cuidados médicos adequados.

Atualmente, ele está enfrentando uma nova ameaça dentro dos muros da prisão, convivendo com os membros do grupo terrorista Estado Islâmico mais conhecido como ISIS.

“Eles estão decapitando os cristãos em todo o Iraque e Síria”, disse Naghmeh. “Aqui está alguém que se converteu do islamismo e ele é um cidadão americano, então eles querem sua vida na prisão é muito intenso para ele.”

Os pais de Saeed foram autorizados a visitá-lo uma vez por semana na prisão, mas ele não foi capaz de estar com sua esposa, que está nos Estados Unidos. É uma realidade dolorosa para Naghmeh e os dois filhos do casal, que são 8 e 6 anos de idade.

No início deste ano, Naghmeh produziu um vídeo onde seus filhos pedem ajuda ao presidente Barack Obama, para trazer seu pai de casa.

“Meu filho tinha 4 e minha filha tinha 5 anos, sendo este o seu terceiro aniversário sem ele”, disse ele. “Eu nunca imaginei. É doloroso demais para dar conta de que os meus filhos vão crescer sem o pai e tem sido doloroso.”

Abandonado pelos Estados Unidos

Naghmeh tornou sua dor em uma cruzada pela libertação de seu marido, colocando o caso para as Nações Unidas e do Congresso dos Estados Unidos. Ela confessa que às vezes se sente abandonada pelo governo dos Estados Unidos.

“Não houve grande esforço para tirá-lo, apenas algumas poucas declarações aqui e ali”, acrescentou. “Eu realmente acho que no Irã se tivesse incentivo para libertá-lo, se alguém  fosse duro com eles“, disse ele.

A ONU publicou recentemente um relatório sobre o caso de Saeed condenando firmemente o Irã e pedindo a sua libertação.

No início da prisão, Saeed e sua esposa sentiram um rancor contra o Irã. Mas agora Naghmeh ora pelos os captores de seu marido e que Deus vai usar a história de Saeed para a sua glória, mesmo que isso signifique que eu nunca mais o veria.

“Tem sido momentos muito intensos quando os meus olhos têm que estar diante de Jesus todos os dias”, disse à CBN News.

“Se eu olhar para o governo iraniano, o que eles estão dizendo, ou o nosso governo, eu vou cair“, acrescentou. “Eu não posso olhar para quem está dizendo o que estão fazendo por Saeed. Tenho que olhar somente para Jesus.”

É uma oração que ela também faz por Saeed. “Eu estive orando para que Deus lhe dê a graça para esse dia“, disse.

Saeed Abedini – uma oportunidade de testemunhar

Um dos resultados positivos que vieram com as jornadas que Naghmeh se compromete em libertar seu marido, é que eles são uma plataforma única de compartilhar o evangelho.

Ela disse que tem sido capaz de compartilhar em frente ao Congresso dos Estados Unidos algumas vezes e em diferentes parlamentos na Europa e ao redor do mundo, dizendo-lhes que Jesus é a resposta.

Ela disse que é uma mensagem que Saeed também compartilha enquanto esta na cadeia.

Em cartas da prisão, disse que compartilha da maneira em que abraça aqueles que o perseguem na prisão e como ele levou muitos muçulmanos a Cristo.

“Ele esta no lugar mais escuro e ele está compartilhando de Cristo onde nunca teriam a oportunidade de ouvir sobre Jesus, se ele não estivesse lá”, disse à CBN News.

“Ouvi dizer que alguns dos prisioneiros tem dito: ‘Eu não me sinto mais em uma prisão’ compartilha Naghmeh “‘Eu me sinto livre, porque eu encontrei Cristo ‘

Fortalecimento da Igreja Perseguida

Embora ela disse que seu coração dói esperando pelo seu marido voltar seguro, ela disse que sua história é para fortalecer o corpo de Cristo em todo o mundo.

“Meus olhos estão postos no Senhor”, continuou “É dai onde a libertação de Saeed virá e por isso é tão importante para mim…” – cbn

Portal Padom

Deixe sua opinião

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui