Livro vai abordar fé do cantor Justin Bieber

0
92

Por ter uma história tão fascinante e fãs tão dedicadas, Justin Bieber já ganhou vários livros e biografias não-autorizadas de diferentes jornalistas ao redor do mundo, inclusive alguns sendo traduzidos para português no Brasil. No próximo mês, dois livros com enfoques bem diferentes sobre o cantor canadense serão lançados.

O primeiro livro chama-se “Justin Bieber Unleashed!” – algo como “Justin Bieber Desatrelado!” – e foi escrito por Elise Munier. Com o lançamento previsto para setembro, a editora o descreveu como “A história de vida de Justin Bieber traduzida em fotos – escrito especialmente para jovens em todo lugar que têm Bieber Fever!”

O livro não-autorizado traz para o leitor um estilo de revista com várias fotos, quizzes, “Bieber Mad Libs”, uma seção especial para os tweets do cantor e também uma parte especial chamada “Um Dia na Vida”.

O segundo livro, com lançamento previsto para o dia 27 de setembro, chama-se “Belieber! Faith, Fame and the Heart of Justin Bieber” e foi escrito pela famosa jornalista, Cathleen Falsani. Com um propósito de analisar a crença cristã do cantor canadense, a editora do livro é a Worthy Publishing, uma editora de livros cristãos.

Falsani descobriu o cantor Bono, vocalista da banda U2, e virou fã do grupo como cristãos e mentores de sua fé. Segundo a escritora, isso lhe deu uma boa base para escrever sobre a “história verdadeira de Cinderela” que aconteceu com Justin Bieber ao sair da obscuridade para lotar o Madison Square Garden em apenas alguns minutos.

O livro foi feito para as “beliebers” de verdade, que seguem o cantor por todo canto do mundo através da Internet e descobre significados implícitos nas letras de suas músicas. Além disso, a jornalista cristã inicia cada capítulo com uma oração sobre o cristianismo.

A relação entre o cantor e sua mãe, Pattie Mallette, também é explorada no livro. “Sua proposta é ser uma voz de toda uma geração. Trazer o padrão moral”, declarou Pattie, afirmando que os jovens de hoje em dia fazem parte de uma “cultura de honra” e são de uma “geração revolucionária.”

JBieber / Portal Padom 

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui