Talvez seja seu pastor ou mentor. Talvez seja alguém do seu estudo bíblico ou grupo de célula. Talvez seja um cristão famoso nas redes sociais.

Eles pecaram. Eles disseram que acreditam em uma coisa e vivem como se acreditassem em outra coisa. A vida deles é mais complicada do que você poderia imaginar, e você se sente desapontado, com raiva, confuso, desiludido, triste…

Como devemos nos sentir quando outros cristãos erram o alvo de Deus? Como podemos lidar com o caos que o pecado de outras pessoas cria? O que devemos dizer (se houver alguma coisa?)

Aqui estão nove coisas que você deve ter em mente quando outro cristão te decepcionar.

1. Todos pecaram.

Romanos 3:23 é um soco no estômago de que todos precisamos de vez em quando: “Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus”.

Todos pecaram. Como cada um de nós.

O fato de que cada pessoa na terra é um pecador que precisa desesperadamente de um Salvador nunca deixa de ser um choque para nossos sistemas, mas é um lembrete constante de como precisamos desesperadamente da graça.

2. O pecado exposto é uma coisa boa.

Efésios 5:11-14 diz: “E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. Porque o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha. Mas todas as coisas, quando reprovadas pela luz, se tornam manifestas; porque tudo que se manifesta é luz. Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará.” 

Embora doloroso, é um presente quando o pecado é arrastado para a luz. Jesus é a luz do mundo ( João 8:12 ). Ele nos chama para viver como cidades brilhantes em uma colina (Mt 5:14-16). Não devemos deixar partes de nossa vida no escuro. Quando Deus expõe partes obscuras da vida ou do coração de uma pessoa, é um ato de misericórdia e uma oportunidade para agradecê-Lo por Sua graça extravagante.

3. A cruz foi construída para cargas pesadas.

Carregando Ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas, fostes sarados. – 1Pedro 2:24 ARA

De vez em quando, precisamos nos lembrar do que nos torna cristãos. Não é que tenhamos vidas perfeitas. Não é que ouvimos a música cristã certa ou dizemos “não” a certos livros ou filmes. Somos cristãos porque colocamos nossa fé em Jesus e em Sua obra redentora na cruz. A violência da cruz é necessária por causa do nosso pecado. Jesus não teve que ficar pendurado na cruz por mais tempo pelo seu pastor desgraçado do que por você. A cruz é grande o suficiente para carregar qualquer pecado, “grande” ou “pequeno”. Não há pecado que possamos lançar nele que a cruz não seja grande o suficiente para lidar.

4. Fale a verdade (em amor).

para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro. Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, – Efésios 4:14?-?15 ARA

A intenção de Deus não é que vivamos nossas vidas em um cabo de guerra constante. Devemos proteger e guiar uns aos outros falando a verdade em amor.

Certa vez, ouvi alguém dizer: “O que quer que signifique ‘falar a verdade em amor’, significa falar a verdade”. Qual é a verdade, exatamente? João 17:17 diz: “Santifica-os na verdade; sua palavra é a verdade . ”

Precisamos lembrar um ao outro o que a Palavra de Deus diz – freqüentemente. Isso não é o mesmo que explodir alguém no seu mural do Facebook ou no Twitter. O que me leva ao # 5.

5. Fofocar sobre pecadores é pecado.

Romanos 1:29 lista fofocas entre assassinos, caluniadores e odiadores de Deus. Efésios 4:29 diz que, a menos que edifique outros, não diga.

Tito 3:2 nos exorta a “não falar mal de ninguém, evitar brigas, ser gentis e mostrar cortesia perfeita para com todas as pessoas”.

Falar aos outros sobre o pecado de outra pessoa não faz nada para restaurar seu relacionamento com Deus ou com os outros.

6. Cuidado com a “síndrome do olho com trave”.

Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que está no teu próprio?  Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu?  Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e, então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão. – Mateus 7:3?-?5

Reagir ao pecado de outras pessoas com nojo ou sentimento de justiça própria é como se preocupar com um pouco de serragem no olho de um amigo enquanto um de dois por quatro surge no nosso. Nosso pecado tem uma maneira de nos cegar para as maneiras como estamos errando o alvo e nos tornar hipersensíveis ao fracasso dos outros.

Embora a Bíblia nos ensine a lembrar com amor os outros cristãos sobre como Deus nos chama para viver, essa não é nossa primeira missão. Devemos estar mais preocupados com o pecado em nossas próprias vidas.

Ao ver o impacto do pecado na vida de outra pessoa, aproveite a oportunidade para avaliar sua própria vida. Repita a oração do Rei Davi e peça ao Senhor para erradicar todos os pecados do seu coração.

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos;  vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno. – Salmos 139:23?-?24 ARA

7. Perdoe, de verdade.

Na esteira do horrível tiroteio em Charleston em 2015, o USA Today  publicou um  artigo  que dizia isso.

Quando os cristãos estão no noticiário, geralmente é porque fizeram algo errado – eles entraram no lado errado de uma guerra cultural ou traíram a esposa, ou pior. O que o mundo raramente consegue ver é a graça poderosa que flui de uma fé profunda baseada na crença de que somos todos pecadores que precisam de perdão .

O artigo contava a história de um homem cuja esposa e filha foram brutalmente mortas. Quando questionado sobre o que diria ao assassino se tivesse a chance, ele disse: “Eu diria: ‘Eu te perdôo’. Se ele me beijasse na bochecha, eu o beijaria de volta. “

Estas são imagens gráficas de perdão. O perdão costuma ser tão doloroso que temos vontade de correr na direção oposta. Mas a Bíblia nos lembra que podemos estender o perdão porque muito fomos perdoados.

Sejam bondosos uns com os outros, de coração terno, perdoando-se uns aos outros, como Deus em Cristo os perdoou ( Ef 4:32 ).

8. O mundo está assistindo.

O artigo citado acima é a prova de que o mundo está assistindo. Sim, eles observam quando falhamos, mas também observam quando respondemos ao pecado como Deus nos chamou.

Mas recebereis força quando o Espírito Santo descer sobre vós e sereis minhas testemunhas em Jerusalém e em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra” (Atos 1:8).

Nós somos o outdoor que Deus quer usar para falar ao mundo sobre ele. Que história você está contando com sua resposta ao pecado em sua própria vida e na vida de outras pessoas?

9. A oração é uma arma que funciona.

Quando alguém peca, queremos fazer algo. Deus nos deu um plano de ataque em duas frentes.

Portanto, confessem seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros, para que possam ser curados. A oração de uma pessoa justa tem grande poder enquanto opera ( Tiago 5:16 ).

Primeiro, vá à guerra contra o pecado em sua própria vida.

Em segundo lugar, ore pelos outros.

Se alguém em seu mundo está em pecado, ore como um louco por ele. É realmente muito simples.

Como cristãos, continuaremos decepcionando uns aos outros. Pecaremos em público e em privado. Vamos bagunçar nossas vidas e machucar um ao outro. Todos nós ficaremos aquém do padrão de santidade que Deus estabeleceu para nós. Essa é a nuvem, mas há uma fresta de esperança.

Jesus morreu pelos pecadores.

Mas Deus mostra seu amor por nós porque, enquanto ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós ( Rom. 5: 8 ).

Todo pecado nos lembra de nossa grande necessidade e Seu grande sacrifício. Como você pode responder aos outros à luz desta verdade abaladora?

por: Erin Davis 

traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D. F. de Lima

Deixe sua opinião


Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?
Não sei se você é uma dessas pessoas que tem dificuldades de entender a Bíblia. Eu já fui e sofri muito! Mas não me dei por vencido, não me deixei ser derrotado pelos inimigos. E você, como anda sua leitura da Bíblia? Seu entendimento? Que tal melhorar nessa área da sua vida espiritual, aprendendo a entender assuntos da Bíblia de forma simples e rápida, ajudado por quem já superou as mesmas dificuldades que você enfrenta? Clique aqui agora e pegue seu Manual de estudos exclusivo