(Eclesiastes 12:1) – LEMBRA-TE também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;

O jovem é uma pessoa que se encontra numa fase privilegiada da vida, pois, tem força, vigor e sonhos, muito sonhos. Quando jovens pensam nos seus sonhos, pensam neles já realizados, ou seja, pensam no final, já idealizam o seu fim, muito provavelmente pela capacidade que o jovem tem de pensar positivamente (ainda que o que ele pense não seja o correto) e de visualizar grandes conquitas e de acreditar que nada poderá dar errado. Mas quando nos deparamos com o que diz o capítulo 12.1 de Eclesiastes nos deparamos com uma verdade absoluta. A de que que toda história não tem só um final, mas, um começo e um meio.Mas não é somente essa verdade que eu aprendo. Eu aprendo mais duas verdades.

– A 1ª. é a de que o começo de nossa história nem sempre será do jeito que esperamos.

– A 2ª. é a de que o meio de nossa determinará até aonde queremos ir.

  • Como está sendo o começo da sua história jovem?
  • Como está sendo o início dos seus sonhos, dos seus projetos (se é que você os tem)?
  • Até aonde você quer ir?

As suas atitudes no presente influenciarão decisivamente que tipo de vida você terá no futuro e quem você será no futuro e o que você será no futuro. O autor do texto do início dessa reflexão foi Salomão. Filho do grande rei Davi, teve um início muito bom, promissor, um jovem que pediu apenas sabedoria a Deus para governar, mas, devido à sua humildade, recebeu de Deus não somente aquilo que pediu, mas, muito mais… Esse pedido de Salomão personifica o que diz (Efésios 3:20) –  Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera. Só que o meio da história de Salomão foram de desvios e um final de decepção, não com Deus, mas consigo mesmo.

Mas quando eu leio esse texto lembro-me da história de José no Egito. Ele é o elemento de nossa reflexão. A Bíblia começa a narrar a história de José quando era um jovem de 17 anos de idade. Diz a Bíblia que José era muito amado por seu pai Jacó. José era aquilo que nós chamamos “o queridinho do papai”. José recebe de seu pai um lindo manto com mangas compridas e muitas cores. Um dia José teve dois sonhos inspirados por Deus,  Deus colocou em seu coração que ele seria grande e que reinaria sobre os seus irmãos e também sobre toda a sua família.

1º. Aconteça o que acontecer não conte os seus sonhos para quem não deve. Sonhe com Deus os seus sonhos!

Provavelmente empolgado pelos sonhos, por conta de sua juventude e inexperiência, José contou os sonhos que teve para sua família o que logicamente aumentou ainda mais a raiva e a inveja que já nutriam por José e tramavam matá-lo.

Quando contamos os sonhos que Deus planta em nossos corações para quem não devemos, trazemos para nossa vida:

  • A inveja dos que não tem capacidade de sonhar.
  • O descrédito dos incrédulos.
  • O desprezo dos incompetentes.
  • A raiva dos pobres de espírito.
  • Quando o mundo se coloca entre você e os sonhos que Deus lhe reserva o risco da perda é grande por se deixar influenciar com opiniões alheias, se fechar para Deus e acabar desistindo. Não abra sua boca para as pessoas erradas.

Uma coisa que Deus tem me ensinado meu querido(a) é sonhar os sonhos com Ele. Chame, convide Deus para sonhar contigo os seus sonhos. Há sonhos que não devemos contar a ninguém, devem ficar somente entre nós e Deus. Quando você sonha com Deus os seus sonhos você atrai o sobrenatunal do Senhor para a concretização dos seus sonhos.

2º. Aconteça o que acontecer não desista do plano divino traçado para você, não se revolte e nem perca o temor a Deus.

Os sonhos de José fez aumentar ainda mais a inveja de seus irmãos e por isso foi jogado dentro de um poço.

Existe uma finalidade para o poço, mas, ele pode gerar duas consequências. A finalidade de um poço é a de armazenar água. Quando armazenamos água dentro de um poço ele gera vida. Mas quando o poço está vazio ele gera morte. Podemos considerar em uma linguagem espiritual o poço como sendo cada um de nós e a água a vida que nós temos gerado. Jogaram José dentro de um poço vazio com a finalidade de matá-lo. Existem muitos poços (vidas) vazios nos dia de hoje. Jovens que estão externamente aparentando ter vida, aparentando serem felizes, aparentando serem seguros daquilo que pensam e que fazem, mas, no seu interior estão vazios, sem direção, sem objetivos…

Jogaram José naquele poço sob a tentativa de transformar a sua alma em um depósito vazio, de morte, de decepção, mas, José não murmurou, não reclamou, não se afastou de Deus, pelo contrário, José estava com seu poço (alma) cheio do Espírito de Deus, a àgua da vida…

3º.  Aconteça o que acontecer não permaneça como escravo do mundo, Deus tem liberdade em Cristo Jesus para você. (João 8:36) –  Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

Vendo que José não morria seus irmãos o venderam como escravo. A estratégia do inimigo de nossas almas quando não consegue nos matar é de fazer tornarmo-nos escravos. Mesmo aquela dura situação não foi capaz de acabar com o seu desejo de ser grande, plantado pelo próprio Deus em seu coração.

Quantos jovens estão vivos, mas, escravizados?

  • Pelas drogas
  • Pelo Álcool
  • Pela prostituição
  • Pelo crime
  • Pelo homossexualismo e lesbianismo

A escravidão traz consigo a injustiça e José foi injustiçado. Foi tentado pela mulher de Potifar e não cedeu por temor a Deus (Gênesis 39:9b), chegou ao cárcere por causa das mentiras apregoadas por ela e nem por isso se desviou ou se revoltou com a injustiça que foi feita contra ele. O versículo 21 do capítulo 29 diz: O Senhor, porém, era com José…

  • Porém = oposição – Deus sempre terá um “porém” para quem está dentro de um poço vazio, para quem está escravizado, para quem está preso e injustiçado. Deus sempre terá um porém para começos ruins.

Deus sempre fará oposição aos que tentam de destruir e te escravizar.

4º. Aconteça o que acontecer, ande com Deus, mas atraia a atenção de Deus para andar contigo!

Uma coisa é você querer andar com Deus. Outra coisa é Deus querer andar com você.

Js.4.11 –  E sucedeu que, assim que todo o povo acabou de passar, então passou a arca do SENHOR, e os sacerdotes, à vista do povo.

Ao passar o rio Jordão os sacerdotes teriam que por os pés nas águas para que Israel passasse em seco pelo rio. Quando os sacerdotes puseram os pés as águas separaram-se e Israel passou. Só que o versículo acima que lemos diz: …então, passou a arca do Senhor, e os sacerdotes…

Significa dizer que não foram os sacedotes que levaram a arca e sim a arca que impulsionava os sacerdotes. Atraia a atenção de Deus para que Ele te leve, te impulsione, te conduza. A força de Deus te levará aonde Ele quer te levar.

O que atrai a atenção de Deus para andar contigo?

  • Não murmurar diante das dificuldades (No poço vazio José não murumurou)
  • Fidelidade (Quando foi tentado pela mulher de Potifar José manteve-se fiel à Deus)
  • Fé (Na prisão José não perdeu a esperança, não se desesperou, não tentou fugir, não criou nenhum tipo de rebelião)

5º. Lance toda sua ansiedade no Senhor

(I Pedro 5:7) –  Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.

Naquela prisão José não se precipitou, manteve-se fiel aos propósitos de Deus.

Quantos jovens estão presos de si mesmos. Estar preso de si mesmo é estar prisioneiro de suas emoções, de suas decepções, de suas frustrações. É ser prisioneiro do seu próprio tempo. Não se culpe, não flagele você mesmo a sua alma, o mundo já é mestre em fazer isso. Jesus Cristo está pronto a lhe perdoar os pecados. (Hebreus 8:12) – Porque serei misericordioso para com suas iniqüidades, E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais.

  • Não deixe a vida te levar.
  • Leve você a vida que Deus quer para você.
  • Não se preocupe com o tempo de acontecer as coisas porque Deus é o Senhor do tempo, pois, Ele é a eternidade.

Na prisão José interpretou os sonhos do copeiro e do padeiro de faraó.

A interpretação do sonho do copeiro foi a de que ele voltaria à sua posição e a o padeiro foi a de que ele morreria enforcado.

José então pediu para que o copeiro lembrasse dele assim que estivesse com faraó, mas, isso não aconteceu. Ele esqueceu-se de José.

O esquecimento do copeiro de faraó não resistiu ao Senhor do tempo. Faraó teve 2 sonhos que ninguém pôde interpretar e o copeiro lembrou-se de José.

Pessoas que estão muito perto de você podem se esquecer de ti, mas, o Senhor fará com que os que estão longe, lembrem-se de ti.

Deus vai fazer com pessoas que nem te conhecem ainda lhe dê grandes oportunidades!

Deus nunca se esquece dos seus filhos. (Isaías 49:15) – Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.

José foi chamado à presença de faraó e por uma intervenção divina, José não somente interpretou os sonhos como deu também as coordenadas do que deveria ser feito.

Jovem, Deus vai dar as coordenadas para que você tenha uma vida próspera e bem sucedida.

José foi elevado ao cargo de governador e depois dele somente o faraó mandava mais. José chegou ao ponto mais alto aonde ele poderia chegar naquele momento: Governador do Egito, homem de confiança do Faraó. José teve um final feliz!

Sabe qual foi o segredo de José? Vida consagrada à Deus!

Todos nós pensamos que a causa da inveja e do ódio dos irmãos de José por ele era os seus sonhos. Mas os sonhos apenas faziam parte do processo da vida, da história de José, de sua família, inclusive de seus irmãos.

Achamos que o grande alvo do diabo contra nós é destruir os nossos sonhos, nossos projetos, nossa saúde, nossa família, nossos bens… nada disso!

Essas coisas são passageiras. Tudo passará, inclusive nós…

Preste atenção em Gn.37.3 – E Israel amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice; e fez-lhe uma túnica de várias cores.

O grande alvo de satanás é contra as nossas vestes. Veste fala de:

  • Fidelidade
  • Compromisso
  • Intimidade
  • Santidade (Vida separada para Deus)

COMO ESTÁ A SUA VESTE DIANTE DE DEUS?

Gn.37.23 – E aconteceu que, chegando José a seus irmãos, tiraram de José a sua túnica, a túnica de várias cores, que trazia.

(Gênesis 39:12) – E ela lhe pegou pela sua roupa, dizendo: Deita-te comigo. E ele deixou a sua roupa na mão dela, e fugiu, e saiu para fora.

O grande evangelista D. L. Moody disse que caráter é mais importante do que reputação. Ele define caráter como o que o homem é na obscuridade, ou seja, o homem é aquilo que ele é no seu íntimo, no seu interior. Quando falamos de caráter, estamos nos referindo à nossa essência.

Mancharam as vestes de José com sangue de bode, tentaram sujar as vestes de José com o pecado do adultério, tentaram manchar a reputação de José, mas, não conseguiram tocar na sua essência de adorador do Senhor, de fidelidade ao Senhor e de santidade ao Senhor.

Podem tentar fazer a mesma coisa com você, mas, não deixem tocar na sua essência de filho de Deus. Não vão conseguir e ainda que consigam manchar sua reputação, Deus tem vestes novas para você. (Gênesis 41:42) – E tirou Faraó o anel da sua mão, e o pôs na mão de José, e o fez vestir de roupas de linho fino, e pôs um colar de ouro no seu pescoço.

Em todo o tempo José lembrava do seu Deus, tinha compromisso e fidelidade com o Senhor, mesmo que o seu começo não tenha sido dos melhores.

Tenha compromisso e seja fiel com o Senhor e com a Sua Palavra, mesmo que o seu começo seja difícil, e você verá que Ele te levará aos lugares altos.

Jesus Cristo é a nova veste que Deus preparou para cada um de nós. A veste que encobre a nossa vergonha, que foi purificada pelo Seu sangue para que tivéssemos uma nova vida.

(Apocalipse 3:5) – O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.

Quem recebe a Cristo em seu coração é o vencedor.

Nele, por Ele, para Ele.

Pr. André Lepre

Fonte: Portal Padom

Deixe sua opinião