Ladrão desiste de assaltar livraria evangélica, após receber de presente uma Bíblia e um abraço da vítima

Na tarde da última quarta-feira, 4, um homem armado invadiu uma Livraria Evangélica, no Centro de Curitiba, para realizar um assalto. O homem, aparentemente estava sob efeito de drogas, chegou dizendo que ‘precisava cometer o crime imediatamente’,

As vítimas, não reagiram com medo de serem baleadas: “Nós já conhecemos ele, por andar diversas vezes aqui pela região. Foi quando ele entrou na loja e disse que era um assalto. Em seguida, ele levantou a camisa dizendo que estava armado e muito nervoso, pedia perdão por assaltar a gente. Ficamos preocupados por não saber se a arma era de verdade, mas não quisemos pagar para ver. Todo o momento ele dizia que iria levar nosso dinheiro mas pedia perdão por isso”, disse a vítima Gerson de Lima, funcionário da livraria.

Ao ver o desespero do ladrão, os funcionários da livraria compartilharam o Evangelho com ele, o aconselhando a deixar a criminalidade. “No momento que ele pedia o nosso dinheiro, falamos para que ele buscasse Deus e deixasse essa vida do crime. Foi então que meu colega entregou a bíblia para ele e acabaram se abraçando. Antes dele ir, ainda falamos pra que ele pense bem em tudo que e que não fique nessa vida “, explicou Lima.

O homem contou aos funcionários da loja que já havia frequentado uma igreja evangélica, e ter passado por casas de reabilitação, mais que havia voltado para a vida bandida.

Um outro funcionário disse ao site natelado190, que toda vez que ele vai assaltar, ele pede desculpas à vítima. “Bem desconfortável essa situação. Mas, ele me pediu desculpa e disse que só assalta porque tem que pagar as dívidas dele. Aí, eu estava conversando com ele e entreguei a bíblia. Acredito que isso tenha sido um livramento, porque eu orei por ele, dei um abraço e ele foi embora com a palavra de Deus”, disse Marcos Antônio.

No entanto, ao sair da Livraria sem levar nada, o homem resolveu tentar assaltar um outro comércio na região, mais acabou sendo pego pela polícia, onde segue a disposição da Justiça.

Portal Padom

Deixe sua opinião