Uma jovem de 24 anos, portadora de hidrocefalia, foi abusada sexualmente por um homem de 31 anos. O caso foi denunciado ontem pelo pai da vítima. Segundo ele, a violência aconteceu na terça-feira passada, no Alto do Curado I, em Jaboatão dos Guararapes. Em seu depoimento, na Delegacia da Mulher de Prazeres, o pai contou que ela tinha ido à igreja e, no fim da celebração, o evangélico que ministrou o culto, amigo da família, chamou a garota para levá-la para a casa do avô. No caminho, o homem, que de acordo com a família da jovem é portador do vírus da Aids, teria parado em sua própria casa e praticado o ato. Após saber do episódio, o pai foi prestar queixa na Delegacia de Cavaleiro. “Eles disseram que não podiam fazer nada, porque tinham outras coisas para resolver. Mandaram a gente ir para Prazeres”, contou. A jovem foi levada ao Instituto de Medicina Legal (IML) para fazer exames sexológicos, que comprovaram o estupro. Em seguida, ela foi encaminhada a um posto médico, onde passou por um exame para saberse adquiriu o vírus da Aids e tomou os coquetéis que foram receitados.

Diario de Pernambuco / Padom

Deixe sua opinião