Israel poderia “devolver ao Irã a Idade da Pedra” mediante uma radiação eletromagnética

0
126

O Estado de Israel pode recorrer ao sofisticado ataque de pulso eletromagnético (EMP) contra o Irã e, assim, paralisar todos os aparelhos eletrônicos, “voltando o país a Idade da Pedra.”

O relatório, publicado no domingo no jornal britânico “The Sunday Times”, observa que a Defesa de Israel reservou esta “surpresa” para a República Islâmica, que poderia ser aplicado pelo Estado judeu para parar o programa nuclear iraniano.

Uma explosão de PEM libera um alto nível de radiação na atmosfera que, entrando em reação com o campo magnético da Terra, é capaz de “fritar” qualquer equipamento eletrônico, a menos que esteja bem protegido. A radiação gama é altamente penetrante e interage com a matéria irradiando e ionizando tudo, incluindo o seu próprio ar circundante. É consumido rapidamente e cria um campo eletromagnético de quilômetros de diâmetro.

Desafio: paralisar o país inteiro

O ataque do PEM de grande altitude, diz o jornal, seria capaz de cobrir um país inteiro, causando um caos completo civil e militar na área alcançada devido à privação de serviços essenciais, como energia elétrica, água potável, distribuição de alimentos, e comunicações por um período indeterminado. Também iria desativar todos os radares, armas e sistemas de lançamento e outros equipamentos militares que estão na superfície.

No entanto, como destacado pela mídia, objetos vivos e não elétrico seriam imunes aos ataques.

Além disso, devido às instalações nucleares iranianos, como se suspeita, estão em uma grande profundidade abaixo da terra,  o PEM não poderia desativa-los por completo.

EUA em alerta

O relatório revela que a possível utilização de PEM foi levantada várias vezes por políticos israelenses, que acreditam que se a arma é tão poderosa deve ser lançado contra as instalações nucleares do Irã, embora a sua utilização gere debate interno.

A mídia britânica citou as palavras de Bill Gertz, um especialista veterano de defesa dos EUA, que informa que “a crescente preocupação” por parte da inteligência norte-americana, que sabe que Israel “vai realizar uma explosão nuclear de grande altitude, projetada para interromper toda a rede eletrônica do país” persa.

EUA e vários países ocidentais, especialmente Israel, duvidam do caráter pacifico do programa nuclear iraniano, considerando que a Republica Islâmica esta desenvolvendo uma bomba atômica, que o Teerã nunca reconheceu. No entanto, sob esse pretexto o Estado Judeu tem repetidamente ameaçado atacar as instalações nucleares do Irã, a fim de acabar com seu programa. O país norte-americano segue tentando resolver o problema iraniano mediante de duras sanções econômicas.

Portal Padom

Traduzido e adaptado de Actualidad por Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui