O governo iraniano anunciou recentemente que deixará de contribuir para os custos de operações de mudança de sexo.

Quem resolver realizar a cirurgia terá que bancar os custos por conta própria ou por meio de planos de saúde.

Apesar de permitir cirurgias para troca de sexo, o Irã proíbe por lei a homossexualidade, que é punida com pena de morte.

Para evitar perseguição, muitos gays se submetem à operação para serem reconhecidos oficialmente como mulheres.
                                                                                                    

Deixe sua opinião

Leia também!  Pai sacrifica filhos para 'ganhar poderes mágicos'