Tribunal do Irã condenou um cristão convertido chamado Hossein Saketi, á um ano atrás das grades, segundo relata Mohabat News.

cristãos-presos-irãSaketi foi preso em julho passado e durante todo o ano, ele foi transferido para inúmeras prisões e tribunais iranianos.

Em um determinado momento, ele foi mantido em uma solitária por 15 dias. Durante o julgamento, ele foi acusado de evangelização cristã.

Nos últimos três anos, o Irã aumentou sua perseguição contra os cristãos, fechando igrejas e levando dezenas de cristãos iranianos a prisão por causa de sua fé em Jesus Cristo.

Como exemplo, Mohabat News relata que cinco cristãos convertidos de uma igreja doméstica no  Teerã recentemente foram presos por celebrar o Natal.

Além disso, o Ministério de Inteligência iraniano está forçando as igrejas no país a proibirem que iranianos que falam apenas o persa participem dos cultos. Na semana passada, a Igreja de San Pedro, em Teerã foi à última a anunciar que os cristãos de língua Farsi não são mais permitidos.

O Portal Padom, tem relatado exaustivamente o caso do pastor americano Saeed Abedini que foi preso por sua fé cristã durante a sua visita ao Irã.

Abedini foi condenado a oito anos de prisão e hoje se encontra enclausurado em uma das prisões mais brutais do país.

Essas pressões do governo iraniano tem como objetivo de impedir a propagação do cristianismo no país.

Portal Padom

Deixe sua opinião