Um relatório vindo de Israel esta manhã revela que uma inscrição grega de 1.500 anos escrito “Cristo, nasceu de Maria” foi descoberta recentemente no norte de Israel, de acordo com o Jerusalem Post, a Autoridade de Antiguidades de Israel anunciou a descoberta na manhã de quarta-feira.

O relatório revela que os arqueólogos descobriram a inscrição gravada na entrada de um edifício do período bizantino ou islâmico inicial, que apresentava pavimentos em mosaico decorados com um desenho geométrico. A descoberta foi encontrada em uma escavação de salvamento dirigida por Tzachi Lang e Kojan Haku antes da construção de uma estrada dentro da vila de et-Taiyiba no Vale de Jezreel.

“Não sabíamos o que esperar da obra, mas sabíamos que se tratava de uma área onde haviam sido encontrados vestígios arqueológicos. Quando nos deparamos com a inscrição, sabíamos que tínhamos uma igreja”, disse a arqueóloga Yardenna Alexandre ao The Jerusalem Post. 

Cristo nasceu de Maria. Esta obra do bispo mais temente a Deus e piedoso [Theodo] sius e do miserável Th [omas] foi construída desde a fundação. Quem entrar deve orar por eles”, diz a inscrição na íntegra, segundo a Dra. Leah Di Segni, pesquisadora do Instituto de Arqueologia da Universidade Hebraica de Jerusalém.

“A inscrição saúda os que entram e os abençoa. Portanto, é claro que o edifício é uma igreja e não um mosteiro: as igrejas saudavam os fiéis na entrada, enquanto os mosteiros tendiam a não fazer isso”, afirmou Di Segni em um comunicado de imprensa.

Deixe sua opinião