claudio-rufinoEm seu pronunciamento na noite de ontem, durante a Audiência Pública que debateu os malefícios da Pornografia, na Câmara de Campo Grande, o coordenador da Campanha Nacional contra a Pedofilia no Brasil, Pastor Cláudio Rufino, iniciou sua palestra relatando os danos que a indústria pornográfica causa a sociedade Brasileira.
O evento organizado pelo Presidente desta Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB), e pelo 2º vice-presidente, Lídio Lopes (PP), ocorreu na noite desta segunda-feira (18), dia em que se comemorou dois anos da Campanha Nacional contra a Pedofilia.
“A indústria pornografia deveria ser punida como tráfico organizado, pelos danos que ela causa a sociedade, só que poucos têm essa consciência. A ciência já comprovou que a pornografia vicia mais que entorpecente, entretanto, somos bombardeados diariamente por imagens obscenas, atingindo principalmente as crianças”, explica Cláudio Rufino.
O pastor diz ainda que tem uma preocupação muito grande com os malefícios da pedofilia, pois, ninguém nasce pedófilo, homossexual, bandido ou prostituta, isso é um processo de formação. As crianças são as mais atingidas, a cultura pornográfica está explícita em todo lugar, por meio, de propagandas, pela internet, por campanhas governamentais, entre outras.
Ao concluir, pastor Rufino afirmou que comprovadamente, a pornografia gera no ser humano a frustração sexual que, posteriormente resulta em crimes e alertou a população. “A pornografia é um dos principais causadores da prática de crimes, por isso, precisamos estar conscientes e compartilhar com os outros, quando mais imoralidade numa cidade, maior o índice de violência, disse Rufino”.
Campanha – A campanha, de âmbito nacional, começou em maio de 2007. A ideia surgiu quando o pastor Cláudio Rufino escrevia o livro “Batalha contra a pornografia”, lançado pela Editora Grei.

Leia também!  Padrastro engravida enteada de 13 anos em Goioerê

MS Notícias/www.padom.com

Deixe sua opinião