Luanda – A Igreja Evangélica Reformada de Angola (IERA) está preocupada com as constantes violações sexuais envolvendo crianças e idosos, referiu hoje, quinta-feira, em Luanda, o seu secretário-geral, reverendo José António.
O responsável daquela congregação religiosa prestou esta informação durante uma conferência de imprensa, realizada hoje em alusão ao 87º aniversário da instituição, fundada a 25 de Junho de 1922.Segundo o reverendo José António, a sua instituição como parceiro social do governo, sempre primou nas suas intervenções as áreas da saúde, ensino, educação cívica e moral, entre outras, visando manter os valores do povo angolano.
Neste contexto, acrescentou, ser grande preocupação da IERA as constantes violações à idosos e menores, os incestos, a delinquência juvenil e as drogas, bem como o Vih/Sida.
Para ele, as Igrejas em Angola sempre desempenharam um papel transformador no domínio da formação e na preservação dos valores morais, daí que a união entre elas, actualmente, irá contribuir em grande no resgate dos desvios que a juventude vai apresentando.
Para as celebrações do 87º aniversário da IERA, que culminará na província do Uíge dia 28 do mês em curso, está agendada uma palestra que aborda “os anais da história da IERA”, acções filantrópicas, inauguração do Templo de Cristo Rei, assim como uma visita as obras de reconstrução da Missão de Kikaya, local de fundação da IERA pelo missionário inglês Archibald Patterson.

Angop/padom.com

Deixe sua opinião