JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Autoridades municipais de San Juan Ozolotepec, em Oaxaca, México, ordenaram a derrubada de um templo evangélico e mais tarde expulsaram cerca de seis membros da congregação por apresentar uma denuncia diante a Defensoria dos Direitos Humanos do Povo de Oaxaca (DDHPO).

Conforme relatado no jornal mexicano Milenio.com, as vítimas afirmam que a repreensão sobreveio por não terem pagos os dotes exigidos como de costume para aquelas pessoas que professam uma outra religião diferente da cidade, a católica.

Os evangélicos também denunciam que o prefeito municipal ordenou cortar o fornecimento de água, impedindo assim que dezenas de famílias desfrute desse bem natural e vital para a vida.

Sergio Aquino Domínguez, pastor da congregação atacada, disse que tem buscado a intervenção da Secretaria do Governo para obter a liberdade de seus fiéis.

Segundo informa o jornal, o representante da congregação católica, fez um apelo ao governador Gabino Cué para que intervenha diante os excessos cometidos, acusando-o de “medrosa” a atuação do diretor de atenção aos conflitos religiosos na Secretaria Geral do Governo.

Portal Padom

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗