“A Igreja desaparecerá se não aceitar a homossexualidade”, afirma advogada

A advogada e apresentadora de televisão cubana-estadunidense, Ana María Polo, de 56 anos de idade, que se tornou mundialmente conhecida por apresentar o programa “Caso Cerrado”, recentemente fez uma polêmica declaração, que vai contra os princípios cristãos sobre a homossexualidade.

Durante muitos anos, apresentando o seu programa, Ana María Polo, tem vindo apoiar e promover o casamento gay, no entanto, esta semana ao ser entrevistada pelo apresentador Ismael Cala, da CNN em Espanhol ela deixou claro que apoia abertamente o casamento homossexual, e que é completamente contra rotular as pessoas de acordo com a sua escolha sexual.

No entanto, as declarações mais chocantes, da entrevista foi quando ela fez uma declaração muito controversa dizendo: “Se os líderes religiosos ou a igreja não aceitarem que não existe nada de mal e pecaminoso em ser homossexual… com certeza eles vão desaparecer se não fizerem isso“.
  • Assista o vídeo abaixo e registre a sua opinião nos comentários

  • Portal Padom

Deixe sua opinião