Uma investigação foi iniciada pela Igreja Católica depois que duas freiras missionárias engravidaram enquanto trabalhavam na África.

Uma das freiras, madre superiora, 34 anos, só percebeu que estava grávida quando visitou o hospital, reclamando de dores de estômago, segundo a agência de notícias italiana ANSA.

Acredita-se que ambas as freiras sejam originárias da África e que foram enviadas em seu continente natal como parte de suas missões de caridade.

As duas mulheres são freiras em Sicília, na Itália,  mas pertencem a ordens separadas e estão esperando filhos apesar dos votos de castidade, causando “consternação com essa notícia”, disse uma fonte da Igreja em Roma ao jornal The Sun:

Parece que as duas mulheres estavam de volta em seus países de origem e, obviamente, tiveram algum tipo de encontro sexual.

Uma investigação foi iniciada. As duas violaram as regras estritas de castidade, mas o bem-estar de seus filhos é superior.”

Acredita-se que ambas as freiras tenham retornado à Itália para se preparar para o nascimento de seus filhos.

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia