Igreja acolhe romenos vítimas de ataque racista

0
77

romenosUm grupo de cerca de 100 cidadãos romenos, incluindo mulheres, crianças e até um recém-nascido, foi obrigado a procurar refúgio quando um grupo de jovens atacou as suas casas, partindo janelas e ameaçando os ocupantes.Os romenos procuraram esconder-se numa casa, mas a quantidade de gente era tanta que uma Igreja local abriu-lhes as portas, dando-lhes guarida e protecção.

O ataque é sinal de um novo tipo de sectarismo na Irlanda do Norte, que alguns atribuem a um grupo paramilitar lealista, o que já foi negado por elementos da comunidade protestante.

Neste caso foi mesmo uma igreja protestante que acolheu os refugiados. A hospitalidade não foi, contudo, o suficiente para convencer as famílias a permanecer na Irlanda do Norte, e os romenos já manifestaram a intenção de partir.

As mais variadas figuras públicas e políticas já condenaram os ataques, defendendo que Belfast, a capital da Irlanda do Norte, deve estar aberta a todos.

RR/padom.com

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui