Gunjan Masat pegou fogo e queimou a sua esposa Annu Devi, de 22 anos, enquanto ela estava amamentando a sua filha recém-nascida na Índia. O homem foi preso e é acusado de derramar combustível sobre as mulheres e incendiá-las.

mulher-queimadaNa última quinta-feira, 30 de janeiro, uma mulher e a sua bebê foram encontradas no quintal de uma casa. Elas estavam vivas apesar de sofrerem queimaduras de 90% de seus corpos. Ambas foram levadas ao hospital, mas ao chegar os médicos constataram a morte das duas, segundo informou o jornal “Daily Mail”.

O homem ficou revoltado porque a família de sua esposa não lhe pagou o dote, e segundo depoimentos da família da vítima, Masat também queria um filho. Mas antes de ser incendiada, a mulher foi diversas vezes espancada pelo seu marido.

Após o ataque, em vez de socorrer a mulher e a filha queimadas, Masat ainda tentou disfarçar o crime, arrastando a Annu até um local próximo a uma lareira – para que o caso parecesse acidental.

A violência doméstica, na maioria dos casos motivados por exigências de dote, é muito comum na Índia, mas neste caso, os moradores ficaram chocados. De acordo com Oficina Nacional de Registro de Crimes da Índia, a cada hora uma mulher é assassinada. “Em 2012 8.233 mulheres jovens, muitos deles recém-casados??, foram mortas pelos chamados ‘mortes por dote'”, diz o relatório.

O homem está preso!

Portal Padom

Deixe sua opinião

Leia também!  Igreja Ortodoxa quer beatificar Martin Luther King Jr.