Homem estupra filhas e culpa espírito de umbanda

Um homem foi preso em Botucatu, cidade a 226 quilômetros de São Paulo, acusado de abusar das próprias filhas, de 13 e 19 anos de idade. Ele diz ser pai de santo, e na casa funciona um terreiro de umbanda. Para forçar as filhas a manter relações sexuais, João Floriano de Almeida, 39 anos, dizia que recebia um espírito e estava possuído por ‘forças do mal’. O ‘Zé Pilantra’ ameaçava as jovens, dizendo que elas ficariam aleijadas se não cedessem. Acusada de omissão por não impedir os abusos, a mulher de Floriano e mãe das meninas, Sebastiana de Fátima Oliveira, 54, também foi para o xilindró.
Há três anos, Floriano foi acusado de abusar da filha mais velha, mas não ficou preso. Segundo denúncias, a jovem engravidou duas vezes, mas sofreu abortos depois que a mãe lhe forneceu substâncias. Ela tem um filho de 1 ano e meio, que agora será submetido a exame de DNA para checar se é fruto das relações que a jovem manteve com o pai. O casal teve prisão decretada por 30 dias. João Floriano vai responder por estupro e estupro de vulnerável, crime punido com pena de 8 a 15 anos de prisão.

Jornal Meia Hora / Portal Padom

Deixe sua opinião