Gina Carano - imagem ilustrativa

A atriz Gina Carano foi demitida da série The Mandalorian (do Disney+), após uma série de posts considerados “ofensivos” pela LucasFilm (produtora de The Mandalorian) mas o que ocasionou a demissão dela, foi uma postagem que ela divulgou no storys do Intagram dela que comparava a época do Holocausto, com a situação atual dos Republicanos/Conservadores do EUA.

Storys da Gina Carano

Tradução do texto da imagem: “Os judeus foram espancados nas ruas, não por soldados nazistas, mas por seus vizinhos… até por crianças. Como a história é editada, a maioria das pessoas hoje não percebe que, para chegar ao ponto em que os soldados nazistas poderiam facilmente prender milhares de judeus, o governo primeiro fez com que seus próprios vizinhos os odiassem simplesmente por serem judeus. Como isso é diferente de odiar alguém por suas opiniões políticas?”. A postagem claramente critica o ódio que uns aos outros sentem um do outro por visões políticas, mas para a LucasFilm e alguns “internautas”, a postagem teria sido antissemita ou possuía uma comparação injusta.

Mas não demorou muito para o grupo de “internautas” que partiram á defesa da atriz, encontrarem uma incongruência nesta “equação”. Num post que o ator Pedro Pascal (que interpreta o protagonista de The Mandalorian) fez, com a imagem comparando novamente o Estados Unidos com a época do Holocausto, a postagem é de 2018 e claramente tinha o intuito de atacar o Ex-Presidente Donald Trump. Outra coisa interessante que vale ressaltar sobre está imagem, é que algumas pessoas apontaram que a imagem que diz ser de 2018 no EUA, na verdade não foi tirada no Estados Unidos. Infelizmente não consegui encontrar mais nenhuma informação acerca desta imagem, mas questionar a veracidade é algo bom, até porque nem tudo que existe na internet é verdade, as vezes é uma meia-verdade.

Post do twitter de 2018 feito por Pedro Pascal

Agora que você leitor tem todo o contexto do que de fato aconteceu para ela ser demitida, vamos para o assunto principal.

A atriz Gina Carano fez uma parceria com o The Daily Wire (site de notícias conservador, do EUA) para produzir e estrelar um filme exclusivo para os membros do Daily Wire(plano de assinatura).

“O Daily Wire está ajudando a realizar um dos meus sonhos, desenvolver e produzir meu próprio filme. Eu gritei e minha oração foi atendida”, disse Carano em um comunicado na sexta-feira. “Estou enviando uma mensagem direta de esperança a todos que vivem com medo do cancelamento pela multidão totalitária. Acabei de começar a usar minha voz, que agora está mais livre do que nunca, e espero que inspire outros a fazer o mesmo. Eles não podem nos cancelar se não permitirmos”.

Ao anunciar o novo acordo, The Daily Wire está oferecendo um desconto de 25% para novos membros com o código promocional “GINA”.

O novo projeto está sendo produzido como parte da parceria do Daily Wire com Dallas Sonnier e sua produtora, Bonfire Legend. O primeiro filme produzido e distribuído pela parceria foi o longa-metragem de suspense “Run Hide Fight” = Corra, Esconda Lute -Tradução literal para o Português. Será lançado em janeiro de 2021.

Deixe sua opinião