Ganhar ou Perder

53

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Durante a temporada de futebol americano universitário em 2009, o jogador na posição de quarterback (lançador – o cérebro da equipe) da Universidade do Texas, Colt McCoy iniciava cada uma das entrevistas após uma partida agradecendo a Deus por ter a oportunidade de jogar. Ele foi forçado a assistir no banco de reservas a derrota de uma equipe, pois se machucou no início do campeonato nacional.

Após o jogo, ele disse a um repórter: “Eu daria tudo o que tenho para estar lá jogando com minha equipe… sempre dou a glória a Deus. Nunca questiono por que as coisas acontecem da forma como acontecem. Deus está no controle da minha vida e eu sei que independentemente de qualquer coisa estou firmado na Rocha”.

O apóstolo Paulo experimentou a libertação de Deus muitas vezes, mas nunca insistiu para que as coisas fossem do modo como ele desejava. Quando estava na prisão em Roma escreveu para Timóteo: “Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado” (2 Timóteo 4:6). Alguns podem até dizer que Paulo havia falhado em atingir seus objetivos e que sua vida estava prestes a terminar em derrota. Mas ele via isso de forma diferente: “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé” (2 Timóteo 4:7). Ele olhava adiante, contemplando a coroa eterna (2 Timóteo 4:8).

Ao caminharmos com Deus, podemos louvá-lo por Sua fidelidade – ganhando ou perdendo.

Meditação: Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. (2 Timóteo 4:7)

Pensamento: Em todas as mudanças Ele permanecerá fiel.(Katharina von Schlegel)

Leitura: 2 Timóteo 4:1-8.

Nosso Andar Diário / Portal Padom

Deixe sua opinião