O fundador WikiLeaks, Julian Assange, qualificou o presidente americano reeleito, Barack Obama, como “um lobo em pele de cordeiro”, e afirmou que espera que o Governo americano continue atacando o site especializado em vazamento.

“Obama parece ser uma boa pessoa, justamente aqui que reside o problema. Uma ovelha em pele de lobo é melhor do que um lobo em pele de cordeiro”, disse Assange, prevendo novos ataques contra o site WikiLeaks por parte do governo dos EUA.

“Toda atividade dos Estados Unidos contra o WikiLeaks começou durante a administração de Obama”, acrescentou.

Assange pediu para os EUA libertar o soldado Bradley Manning, acusado de vazar com uma enorme quantidade de documentos militares secretos e tem sido mantido em confinamento solitário em uma prisão militar há mais de dois anos. Informou a agência de noticias russa RT Sepa Más.

“A reeleição de Barack Obama coincide com o dia 899 de confinamento de Bradley Manning”, disse Assange.

WikiLeaks enfureceu Washington em 2010 pelo vazamento de milhares de documentos dos EUA sobre as guerras no Iraque e no Afeganistão e telegramas diplomáticos embaraçosos da embaixadas dos EUA em todo o mundo. Assange foi preso no mesmo ano.

Na semana passada, o WikiLeaks começou a publicar mais de 100 arquivos classificados de acesso restrito do Departamento de Defesa americano, que revelam as regras e procedimentos das detenções de baixa custódia militar dos EUA .

Portal Padom

Deixe sua opinião