Freira expulsa do convento por ter conta no Facebook

0
98

O mosteiro de Toledo, em Espanha, onde a freira vivia em clausura, fez da Internet o 11º pecado, mas ela diz-se em paz com Deus

María Jesús Galán tem 54 anos, 35 deles vividos na clausura do convento de Santo Domingo em Toledo, Espanha, e foi agora expulsa por causa da Internet, ou melhor, do Facebook, conta o «El País».

Algumas das religiosas não gostaram que María Jesús tivesse perfil no Facebook e não descansaram enquanto a freira, responsável pela digitalização dos documentos do convento e que até foi reconhecida com o Prémio de Mérito do Governo Regional de Castela-La Mancha pelo seu trabalho «de catalogação de livros e documentos da biblioteca do convento, a introdução de tecnologias em um ambiente tradicional», não fosse posta fora da ordem religiosa.

Isso mesmo escreveu María Jesús no seu mural link externo: «Expulsaram-me. Umas quenianas fizeram-me a vida impossível. A inveja pregou-me uma partida e elas ganharam. Hoje, o delegado da Vida Religiosa, junto com a madre prioresa e outras duas freiras, decidiram que eu teria que sair para que ficassem tranquilas as quenianas. Não têm vocação, mas vêm buscar dinheiro para as famílias. Não vale a pena meter o dedo na ferida. Estou em paz e sem nenhum tipo de rancor».

E mais María Jesus, também conhecida como a Irmã Internet, que tem para lá de dois mil seguidores no Facebook, não quer adiantar. De consciência tranquila, diz que «se pode encontrar com Deus» na Internet e não três quenianas que vão abalar a sua fé ou deixá-la triste. «Eu nasci feliz, vivo feliz e hei-de morrer feliz».

(Ouça a entrevista em áudio da monja ao El País)

 

tvi24 / Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui