Franklin Graham pede oração para Obama diante das ameaças do Estado Islâmico

O evangelista Franklin Graham pediu para os americanos a orarem pelo presidente Barack Obama, diante os desafios complexos e perigosos para liderar o país nos últimos dias que estão tumultuados.

Seu pedido foi uma lembrança nítida de que devemos orar pelo presidente e pelos líderes do país, não para receber deles alguma coisa, simplesmente obedecendo as Escrituras.

Ele continua escrevendo em seu site que: “… pessoalmente não tenho orada da maneira que deveria, mas estou seguro que é o mesmo caso que acontece com algum de vocês também.

Sabemos pela Palavra de Deus que pode fazer voltar os corações dos reis (Provérbios 21:1). Isso significa que nós devemos estar orando para fazer a vontade de Deus e para que nossos líderes busquem a Deus e o escute. Devemos orar para que estejam rodeados de pessoas que lhes deem sábios conselhos piedosos, e mais importante que nossos líderes conheçam a Deus e a salvação que se encontra na fé somente em Jesus Cristo.

Pense em todas as situações que enfrentam nosso presidente e os líderes de nossa nação no momento. O Ebola é um grande problema não só para a África Ocidental, pode ser um problema sério para nosso país. As nossas fronteiras não são seguras, onde os terroristas podem facilmente entrar.

O Estado Islâmico estão brutalmente assassinando os cristãos na Síria e do Iraque, e outros jihadistas estão matando os cristãos no Irã e em outros lugares do mundo muçulmano. Os crentes estão sendo ameaçados, são aldeias e igrejas destruídas queimadas.

Orar para as nossas autoridades não é uma opção. É um mandamento bíblico para ser obedecida. ‘Exorto, pois, que, em primeiro lugar, fazer súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que possamos viver em paz e vida tranquila, com toda piedade e honestidade (1 Timóteo 2: 1-2).’ ”

“Pergunto-me se todos os cristãos fossem fiéis a essa admoestação a respeito das orações aos nossos líderes, seria a nossa nação, até mesmo o nosso mundo diferente de hoje? Será que os nossos diligentes, fazem orações sinceras e diferença para o futuro? Certamente.

A oração é a maior arma do cristão em um mundo que parece estar desmoronando ao nosso redor.” , conclui o filho do evangelista Billy Graham.

Portal Padom

Deixe sua opinião