No dia 6 de dezembro a Santa Sé, confirmou os abusos sexuais do sacerdote chileno o Cristián Precht, conhecido pelo seu trabalho em defesa dos Direitos Humanos durante a ditadura do general Pinochet.

Precht foi suspenso do sacerdócio cinco anos, depois que o vaticano, em um processo administrativo penal instaurado contra o padre, em que constatava “condutas abusivas contra maiores e menores de idade”.

A investigação começou em 2011, depois de algumas denuncias por abusos sexuais a Patricio Vela, um psicólogo que se suicidou aos 29 anos no inicio dos anos noventa. No total a igreja católica chilena recebeu certa de 20 testemunhos de abusos praticados pelo religioso, em que as vítimas tinham de 15 a 35 anos na época das agressões. – RT

Portal Padom

Deixe sua opinião