JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

O ex-boxeador Curtis Kelly cresceu em meio ao ocultismo e teve uma visão do inferno após uma overdose. No entanto, sua experiência com Deus o resgatou da morte.

Desde muito jovem, ele foi designado como sucessor de seu pai na prática do vodu, mas um verdadeiro encontro com Deus mudou sua história de vida.

Curtis foi a sétima gravidez de sua mãe, que vivia com seu marido e outros seis filhos em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Inconformado com outra gestação, seu pai tentou força-la a abortar. Por ter negado o seu pedido, ele chutou sua barriga para que tivesse um aborto instantâneo.

Com apenas 4 anos de idade, Curtis já via seus
Irmãos maiores usando heroína e tentando suicidar. Aos 6 anos, começou a fumar maconha. Aos 10 inalar cocaína.

Curtis cresceu aprendendo técnicas paranormais e formas para se aprofundar no ocultismo, a fim de conquistar poder e dinheiro. Uma sacerdotisa lhe ensinou não apenas bruxaria, mas também como manipular os clientes e mantê-los presos aos rituais.

“Ela se aproveitava das pessoas”, recorda Curtis. “As pessoas acreditavam que Deus demorava muito, já no ocultismo encontravam uma rápida solução. Ela cobrava 20 dólares. Isso era muito dinheiro naquela época.” Quanto mais se envolvia com magia negra, mais Curtis era atormentado pelos espíritos malucos lá malignos.
“Eu via demônios atravessando o chão e correndo em meu quarto”, recorda.

“Um dia eu estava deitado em minha cama e senti arrepios. Acendi a luz, olhei debaixo de minha cama e vi meu pai. Seu tom de pele estava verde e estava escamoso. Ele saiu, sorriu e submergiu no solo. Eu estava louco, eu estava tão assustado que pensei, ‘Eu não sabia que eu estava envolvido com tudo isso’ “, continuou ele.

Visão do inferno

Embora seu pai e seus irmãs estavam profundamente envolvidos no ocultismo e nas drogas, sua mãe era uma cristã que orava. Depois de anos sofrendo agressões de seu marido, ela pegou todos seus filhos e fugiu para Milwaukee, no estado norteamericano de Wisconsin, enquanto o pai estava fora da cidade.

Por mais que as influências de dia mãe foram boas, Curtis sofreu uma overdose as 15 anos e teve uma visão do inferno. “Os demônios estavam golpeando minha cabeça. Eles estavam tirando minha língua. Eles riam de mim dizendo: ‘Te enganamos! Te enganamos! “Embora estivesse fazendo feitiços, não era para chegar nesse lugar”, disse ele a CBN News.

“Eu sabia como funcionavam as drogas. Isso foi diferente. Eu estava ciente. Eu vi com meus próprios olhos. Lembrei-me de tudo o que eu tinha feito de errado. Eles não queriam me deixar em paz.”, ele continuou.

Inesperadamente durante a visão, algumas mãos o tiraram do inferno. “Ouvi essa voz que dizia: ‘Por causa das orações de sua mãe e porque te escolhi para cumprir um propósito, você foi salvo’. Então ele recuperou a consciência em um hospital psiquiátrico.

A Mudança

Depois de alguns dias, Curtis começou imediatamente a frequentar uma igreja. Ali ele ouviu Deus dizer: “Eu te amo”. Tomado e envolvido por esse amor, ele entregou sua vida a Jesus Cristo e foi batizado.

Hoje, Curtis atua como evangelista e tem percorrido o mundo alertando as pessoas sobre os perigos do ocultismo.

Curtis também foi conhecido por sua jornada no boxe entre 1986 a 2001, quando participou em 20 lutas profissionais de pesos pesados e também tentou participar da equipe olímpica

Embora fosse reconhecido por sua luta de rua, Curtis estava destinado ao ministério e fundou a “The Bridge of Deliverance International” em Hollywood, California.

Portal Padom

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗