Este pecado tem devorado muitos cristãos ambiciosos

O Pecado da Manipulação é como bruxaria. Nós manipulamos para conseguir o que queremos, quando não confiamos em Deus.

pecado ambição manipulação
Pecado da manipulação é o que muitos cristãos praticam para conseguir o que querem

Manipulação é como bruxaria. Nós manipulamos para conseguir o que queremos, quando não confiamos em Deus. Davi teve duas oportunidades para resolver os problemas com suas próprias mãos. Duas vezes o demonizado rei Saul foi entregue em suas mãos. Uma vez, em En Gedi – aliás, um dos lugares mais bonitos de Israel e depois no deserto de Ziph.

No primeiro evento, Davi e seus homens estavam em uma caverna, quando Saul entrou para se aliviar. “Então Davi se levantou e secretamente cortou a ponta do manto de Saul” (1Sm 24: 4b). Davi poderia ter raciocinado, Samuel já me ungiu para ser rei. Saul sabe disso. Jonathan, no capítulo anterior, já disse a David:

“Tu serás rei sobre Israel e eu estarei ao teu lado. Saul, meu pai, sabe disso” (1 Sam. 23:17)

Seus homens o incentivaram a matar Saul, dizendo:

“Então os homens de Davi lhe disseram: Eis aqui o dia, do qual o Senhor te diz: Eis que te dou o teu inimigo nas tuas mãos, e far-lhe-ás como te parecer bem aos teus olhos…” – 1 Samuel 24:4

Urso, leão, gigante e Saul

Mas Davi havia aprendido, muito antes, que Deus era grande o suficiente para lutar as suas batalhas. Muito antes de ele matar o gigante com um golpe, ele derrotou o urso e o leão enquanto protegia suas ovelhas. Com Golias, ele rejeitou a armadura de Saul e escolheu confiar no braço do Senhor. Ouça o zelo de Davi ao confrontar o gigante:

“Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.  Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão, e ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel; E saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão.” – 1 Samuel 17:45-47

“Mas Ron, em todos os casos, Davi  matou seus inimigos.” Isso foi diferente. Davi teve um enorme conflito de interesses. Nos outros incidentes, ele estava protegendo os outros. Nesse caso, Davi se beneficiaria de matar Saul – ele provavelmente se tornaria rei. Ele não queria se tornar o governante através de suas próprias ações.

No outro caso no capítulo 26, Davi diz a Abisai:

E disse Davi a Abisai: Nenhum dano lhe faças; porque quem estendeu a sua mão contra o ungido do Senhor, e ficou inocente? Disse mais Davi: Vive o Senhor que o Senhor o ferirá, ou o seu dia chegará em que morra, ou descerá para a batalha e perecerá. O Senhor me guarde, de que eu estenda a mão contra o ungido do Senhor; agora, porém, toma a lança que está à sua cabeceira e a bilha de água, e vamo-nos.” – 1 Samuel 26:9-11

Promoção vem do céu

Esta é uma lição para todos nós. Eu vi pessoas procurarem manipular seu caminho para posições de poder. Deus não abençoará isso. Durante anos, quando senti Deus me chamando para algo, eu simplesmente orava: “Se esta é a sua vontade, o Senhor pode abrir a porta”. Eu citava o Salmos 75:6-7 “Porque nem do oriente, nem do ocidente, nem do deserto vem a exaltação. Mas Deus é o Juiz: a um abate, e a outro exalta.”

Eu aprendi que “a mão do Senhor é poderosa” (Josué 4:24, MEV) e que nada pode deter a vontade de Deus além da minha própria desobediência. Eu posso descansar, sabendo que a promoção vem dele e não do homem.

Um teste

Quando me tornei pastor associado em 1994, outro líder chegou na equipe ao mesmo tempo. Ele teve seu coração definido em ser o próximo líder sênior. E por alguma razão, ele estava convencido de que eu era sua concorrência. Ele iria sair do seu caminho para procurar me envergonhar publicamente. Outros sentiram o desprezo que ele tinha por mim.

Finalmente, eu tive o suficiente. Eu ia confrontá-lo. Eu tinha meu discurso planejado. Eu o colocaria em seu lugar! Mas antes de descarregar sobre ele, procurei o conselho de um mentor.

“Você poderia fazer isso, se quiser”, ele me disse. “Ou você poderia pegar a estrada e começar a orar e jejuar por ele.” Confesso que eu não queria ouvir aquilo. Mas foi o conselho certo.

Quando me humilhou e comecei a orar por esse homem, ele foi removido. Muitos anos depois, ele voltou para a congregação e pediu perdão, e nosso relacionamento foi restaurado. Meu ponto é que Deus luta nossa batalha. Eu não precisava confrontá-lo. Eu precisava me concentrar em Deus. Sim, há momentos para falar a verdade em amor, mas somente depois de termos certeza de que temos o coração de Deus para a pessoa que estamos confrontando.

Ore e espere por Deus

Esta é uma lição que eu mantive comigo por 25 anos. Se Deus me chamou para alguma coisa, Ele abrirá a porta. Quando senti que deveria ir à África e pregar em 2008, comecei a pedir diariamente a Deus que abrisse uma porta. Dentro de um mês, Daniel Kolenda, um ex-aluno, me convidou para participar de uma campanha de Reinhard Bonnke na Nigéria. No meu último dia, um pastor me convidou de volta para pregar. Um ano depois, liderei um grupo de 18 israelenses para a Nigéria, onde pregamos o evangelho com sinais e maravilhas.

Então, se Deus foi capaz de exaltar Davi – que estava sendo perseguido por Saul por quase uma década e teve que constantemente estar fugindo ou Saul iria matá-lo – e preservá-lo e fazê-lo rei por 40 anos, certamente Ele pode cumprir em sua vida. Apenas não manipule para obter posição. Em vez disso, posicione-se em oração e espere no Senhor.

por: Ron Cantor – é o diretor do Messiah’s Mandate International em Israel, um ministério messiânico dedicado a levar a mensagem de Jesus de Israel até os confins da terra (Atos 1: 8). Cantor também viaja internacionalmente, ensinando sobre as raízes judaicas do Novo Testamento. Ele serve na equipe pastoral de Tiferet Yeshua, uma congregação de língua hebraica em Tel Aviv.

Traduzido e adaptado por: Portal Padom

Deixe sua opinião