Estado Islâmico exibe vídeo executando mais 30 cristãos

388

Noticias GospelUm novo vídeo divulgado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) mostra um suposto assassinato de 30 reféns de dois diferentes grupos de cristãos etíopes capturados na Líbia, segundo a AP.

O vídeo dura 29 minutos foi publicada nas redes sociais neste domingo, chocando ainda mais o mundo e a comunidade cristã pela crueldade dos terroristas.

noticias-gospel-estado-islamico-mata-mais-cristaosEsta semana um porta-voz oficial do Estado Islâmico, declarou aberta a temporada de caça aos cristãos, onde cada muçulmano tem o dever de matá-los sem se importar com a maneira ou crueldade usada. (saiba mais)

O vídeo tem como objetivo mostrar que o grupo terrorista capturou dois grupos de prisioneiros.

De acordo com o vídeo, o primeiro grupo está nas mãos de um grupo afiliado do EI, conhecida como Província Barka, no leste da Líbia, e o outro está sob a cativeiro da autodenominada Província Fazzan no sul do país.

Um jihadista mascarado e com uma arma na mão pronuncia um longo discurso afirmando que os cristãos devem se converter ao Islã ou pagar um imposto especial prescrito pelo Corão.

O vídeo prossegue mostrando imagens do assassinato a tiros dos prisioneiros no sul e posteriormente exibem a decapitação em uma praia dos prisioneiros do leste.

A identidade dos prisioneiros e a data do seqüestro são desconhecidas. Também não esta claro como morreram muitos de outros reféns.

O vídeo apresenta o logotipo oficial do Al Furqan, o meio de comunicação dos jihadistas, e é similar aos materiais anteriores do EI, em um dos quais os terroristas decapitaram 21 cristãos egípcios que mantinha em cativo.

O grupo Estado Islâmico conseguiu estabelecer-se na Líbia graças ao caos que reina no país, onde dois governos respaldados por alianças rivais estão lutando entre si.

Portal Padom

Deixe sua opinião