Homem andando de burro branco em Luxor, Egito (Shutterstock)

Em uma apresentação recente, o especialista em códigos bíblicos Rabino Matityahu Glazerson revelou os anos em que o Messias poderia ter chegado teoricamente, mas não chegou. Ele também revelou quando o Messias chegará.

O rabino Glazerson começa a apresentação explicando que há momentos em que o Messias deveria vir “naturalmente”, mas foi adiado devido aos pecados da nação de Israel.

Por exemplo, o rabino demonstra como os códigos da Torá mostram que no ano civil judaico de 5775 (2014-2015), o Messias deveria chegar, mas ele não o fez devido ao comportamento pecaminoso. Os códigos ainda revelam as palavras “não serão resgatadas”, destacando o fato de que o Messias não chegaria naquele ano, mesmo que ele pudesse. O mesmo vale para o ano seguinte: 5776 (2015-2016)

Outro ano em que o povo judeu negou o Messias, segundo o rabino Glazerson, foi 5778 (2017-2018). Ele credita a falta de fé em Deus, a impureza (sexual) e a profanação do sábado como razões pelas quais o Messias não chegou naqueles anos.

O rabino Glazerson então revela que o Messias chegará no ano civil judaico de 5781, que pode ser a qualquer momento, desde a noite de Rosh Hashaná em 18 de setembro de 2020 até o final de 5781 durante o dia 6 de setembro de 2021.

O rabino Glazerson acrescenta que, quando isso acontecer, o povo de Israel tomará posse da terra, como está escrito em Números 33:

“Apoderem-se da terra e instalem-se nela, pois eu dei a vocês a terra para que dela tomem posse.” (Números 33:53)

No entanto, o rabino acrescenta que isso só pode acontecer se o povo judeu se arrepender. No final de sua apresentação, o rabino Glazerson novamente aponta como 5781 é o que é revelado na Bíblia como “o tempo de Deus”. Na mesma mesa, as palavras “Messias” são destacadas duas vezes, bem como a palavra “fim”. Embora ele não tenha explicado por que o “fim” foi destacado, provavelmente aponta para o fim dos dias.

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia