Noticias gospel – A nova investida cultural a favor da ideologia de gênero tem causado grande indignação por parte de alguns consumidores brasileiros e mesmo em outras nações. De acordo com uma consumidora, que comprou uma boneca em uma loja, ao chegar em casa deu de presente para sua filha de 4 anos brincar.

Para o espanto da mãe, quando viu a sua filha brincando, percebeu que na boneca havia nas partes intimas a reprodução de órgãos genitais masculinos, mesmo com aparência de menina.

Chocada a mãe que não quis se identificar foi à loja devolver o brinquedo, e que segundo ela, nem mesmo os proprietários da loja sabiam como era a boneca.

Diante do ocorrido, percebemos que hoje em dia há uma grande investida contra a mente das crianças, principalmente para tentar educá-las aceitando a ideologia de gênero.

Um caso semelhante ao do Brasil aconteceu na Argentina, porém o caso no país vizinho teve mais repercussão, pois a consumidora resolveu acionar a empresa fabricante na justiça e o caso foi parar em vários meios de comunicação.

O psicanalista Lia Ricón, ouvido pelo jornal argentino Clarín, acredita que crianças muito pequenas não devem ganhar o brinquedo. “É difícil que isso (a boneca) tenha alguma influência sobre a sexualidade de uma criança, mas esta polêmica é do mundo dos adultos e não faz nenhum sentido envolver as crianças nela”, disse.

Segundo ele, a reação dos pequenos perante o brinquedo será semelhante à dos pais. “Se os pais acharem que isso é um escândalo, vai influenciá-los; se adotarem uma postura natural, não vai acontecer muita coisa”, pontuou.

André Santos

Portal Padom

 

Deixe sua opinião