Em missa de Aparecida, arcebispo diz que a direita é do demônio

Dom Orlando Brandes, faz lacração durante missa solene no Santuário Nacional de Aparecida, chamando a direita de violenta e injusta, comparando o tradicionalismo como um demônio.

0
158
Arcebispo Dom Orlando Brandes, critica a direita

Na manhã do último sábado, 12 de outubro, o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, aproveitou o momento em que realizava a missa solene no Santuário Nacional, em celebração à Aparecida, para ter o seu minutinho de fama, fazendo “lacração” ao criticar as pessoas que seguem o pensamento politico descrito como DIREITA.

O religioso descreveu o “tradicionalismo” como um dragão e que a direita é violenta.

Temos o dragão do tradicionalismo. A direita é violenta, é injusta, estamos fuzilando o Papa, o Sínodo, o Concílio Vaticano Segundo. Parece que não queremos vida, o Concílio Vaticano segundo, o evangelho, porque ninguém de nós duvida que está é a grande razão do sínodo, do concílio, deste santuário, a não ser a vida, como já falei. Ah, e aquele dragão, que ainda continua, estão sendo facilitados agora os caminhos, do dragão da corrupção, que tira o pão da nossa boca e aumenta as desigualdades sociais, que a mãe não pode ficar alegre com filhos desempregados,com filhos sofrendo uma violência injusta, com filhos e filhas não tendo nem como sobreviver cada dia, talvez até a cada minuto da vida. Dragão é o que não falta, mas a fé vence

Dom Orlando Brandes, foi além dizendo ainda: “claro que nas escrituras o dragão é o demônio, é o dragão, é o diabo, é o mal que se organiza no mundo. (…) Livrai-nos do mal e nós então livramos a vida para que inclusive, para que no Brasil, nossas crianças não morram mais de uma bala perdida, nossos jovens não se suicidem e nossos idosos tenham lugar de dignidade para viver e sobreviver. O dragão do pecado”.

Em claras palavras, o religioso que tem pensamentos esquerdistas e com certeza faz parte do movimento #LulaLivre, deixou claro, que para ele os que seguem o ideal politico de direita pertence ao demônio.

No entanto, o religioso esquece que ao criticar os da Direita, ele esta criticando aqueles que defendem a vida, que são contra o aborto, que são contra o ideologia de gênero e que são contra a erotização das crianças das escolas.

Brandes esquece ainda, que os países que tem sido governado pela ideologia politica de esquerda, o povo esta passando fome, como é o caso da Venezuela. Será que é isso que esse religioso quer para o Brasil?

Assista ao vídeo em que Dom Orlando Brandes chama a direita de violenta e injusta

Deixe sua opinião