egito-forças-cidade-cristã-delga-minyaAs forças de segurança egípcias retomaram um povoado que havia sido governado por radicais islâmicos desde julho.

A cidade de Delga no sul da província de Minya é o lar de mais de 20 mil cristãos.

Por onze semanas, os militares islâmicos dominaram a cidade, saquearam e queimaram igrejas e obrigaram os cristãos a pagar em dinheiro por proteção.

Ao menos dois cristãos se recusaram a pagar o imposto jizya islâmica e foram assassinados. (veja aqui)

Acredita-se que uma das igrejas queimadas tinha mais de 1.600 anos de idade.

As forças de segurança prenderam 56 pessoas por ter atacado as forças policiais, assim como os ataques as instituições governamentais e religiosas.

Portal Padom

Deixe sua opinião