Em Israel, a mesma terra que por onde se caminha está saturada de história bíblica. Parece que todos os dias, os arqueólogos fazem novas descobertas. Muitos delas remontam aos tempos bíblicos e nos ajudam a entender as pessoas e os lugares nas Escrituras. Não muito tempo atrás, uma descoberta deu uma luz sobre a existência de um famoso líder israelense antigo… O Rei Davi.

descoberta-rei-daviKhirbet Qeiyafa no vale de Elá está localizado perto do lugar onde a Bíblia diz que Davi matou Golias.

“Não sabemos muito da história, política ou da urbanização nos tempos de Davi. Sem a Bíblia. Aqui, pela primeira vez, temos uma cidade fortificada do tempo do Rei Davi “, diz Josef Garfinkel.

Cerca de 32 quilômetros de Jerusalém, Khirbet Qeiyafa foi a cidade da fronteira do reino de Judá. Não muito longe de Gath, a cidade de Golias. A datação por carbono mostra que existiu na época do rei Davi.

O arqueólogo Josef Garfinkel, trabalhou com a autoridade de antiguidades de Israel. Ele diz que escavaram dezenas de habitações. Ele acredita que três delas foram utilizados para fins religiosos.

“A infraestrutura é diferente, aqui está uma habitação isolada, enquanto em uma cananeia ou pagãos tem templos reais” comenta em relação a descoberta.

Mas isso não é tudo. Garfinkel apresentou uma série de artefatos religiosos durante uma conferência de imprensa em Jerusalém.

“Temos duas caixas, uma feita de barro e outra de pedra que foram usadas ??para conservar símbolos de Deus”, disse ele.

As vasilhas tinham forma dos templos e confirmam na descrição bíblica encontrada em 1 Reis, que descreve o estilo arquitetônico do templo de Salomão e mostra que o estilo que existia antes mesmo do rei.

O sitio não contém estátuas nem ossos de porco. Isso significa que as pessoas que viviam ali seguia o mandamento bíblico para não comer carne de porco ou fazer imagens, ao contrário de seus vizinhos cananeus ou filisteus.

Arqueólogos anteriores também encontraram a mais antiga inscrição em hebraico.

Josef Garfinkel diz que “a etnia da cidade é como Judéia.”

Por que essas descobertas são importantes? Garfinkel diz que isso refuta o argumento daqueles que dizem que a Bíblia foi escrita 800 anos depois do rei Davi, sem conexão com a história real.

“Esta é a fortaleza de nosso argumento, temos memórias históricas incorporadas na Bíblia hebraica e as pessoas não podem dizer que Davi e Salomão foram figuras mitológicos. Eles eram verdadeiros seres humanos. “

Garfinkel diz que a Bíblia e arqueologia devem trabalhar juntos.

Portal Padom

Deixe sua opinião