O Deputado Federal Otoni de Paula, na tarde do último domingo, lamentou através das redes sociais a perca de quatro pastores amigos seu, pelo coronavírus COVID-19.

Otoni, que além de Deputado, atua a muitos anos como pastor evangélico, conta que em 72h perdeu esses amigos, entre eles citou os nomes do pastor João Cardoso, da Assembleia de Deus Madureira e pastor Wellington Torres da Igreja Nazareno de Mesquita.

O Deputado comparou os pastores como os profissionais de saúde que estão nas linha de frente durante essa pandemia, pois eles “não pararam de pastorear, assim como os profissionais da saúde estão morrendo por cuidar das pessoas, os pastores cuidam da saúde da alma e do espírito, durante a pandemia, continuam visitando o rebanho, fazendo cultos, mesmo com poucos irmãos, através de live; enfim pastor não pára.”

Em seu texto ele lembrou ainda, que uma característica comum entre os pastores é o desgaste, que acaba fragilizando a saúde, pois muitos deles acaba desenvolvendo algum tipo de enfermidade crônica, como por exemplo a hipertensão, como ele também tem.

Além da preocupação de lidar e ser responsável pela vidas das pessoas, o ofício pastoral vai além, pois também tem que se preocupar com a área administrativa da igreja, como pagar o aluguel e outras contas, algo que durante essa pandemia está sendo difícil, pois muitos deixaram de contribuir, devido a quarentena que gerou aperto financeiro na sociedade geral.

“40% das igrejas que pagam aluguel não voltarão a abrir suas portas novamente.”, previu Otoni de Paula.

No final de seu emocionante texto, o pastor Otoni fez um apelo aos pastores, para ele se cuidem. – “Por favor, cuide-se! Se você pertence ao grupo de risco, evite sair de casa. Se você não faz parte do grupo de risco use máscaras e tome os devidos cuidados.”

Lembrando que “O Brasil não pode parar, mas sua família não pode ficar sem você ?”.

Por que tantos pastores estão morrendo de COVID-19? 

Perdi mais de 4 amigos pastores nas últimas 72h. Na foto dois deles. A esquerda o Pr João Cardoso da AD de Madureira e na foto da direita o Pr Wellington Torres da igreja do Nazareno de Mesquita.

Os pastores não pararam de pastorear, assim como os profissionais da saúde estão morrendo por cuidar das pessoas, os pastores cuidam da saúde da alma e do espírito, durante a pandemia, continuam visitando o rebanho, fazendo cultos, mesmo com poucos irmãos, através de live; enfim pastor não pára. A maioria de nós pastores, inclusive eu, somos hipertensos e já desenvolvemos alguma doença crônica durante a vida. Lidar com as pessoas e ser responsável por suas vidas não é fácil.

Soma-se a isso que a preocupação com o aluguel da igreja e seus pagamentos, 40% das igrejas que pagam aluguel não voltarão a abrir suas portas novamente.

Por favor, cuide-se! Se você pertence ao grupo de risco, evite sair de casa. Se você não faz parte do grupo de risco use máscaras e tome os devidos cuidados.

O Brasil não pode parar, mas sua família não pode ficar sem você ?

Deputado Otoni de Paula lamenta a perca de 4 amigos pastores pelo coronavírus em 72h
Texto publicado no Facebook

Deixe sua opinião

WhatsApp
Entre e receba as notícias e artigos do dia