Noticias gospel – A Polícia Federal iniciou hoje (24) a vigésima primeira fase da Operação Lava Jato onde prendeu o pecuarista José Carlos Bumlai em um hotel onde estava hospedado na cidade de Brasília. O empresário tem forte ligação e é amigo do ex-presidente Lula.

88029REIPO-1108256-2221De acordo com as investigações, Bumlai teria repassado recursos financeiros para uma nora de Lula e também teria quitado dívidas do Partido dos Trabalhadores, porém ele nega o fato. Bumlai estava em Brasília e iria depor em uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquéritos) que investiga possíveis corrupções no banco estatal BNDS.

A operação desta terça-feira ocorre em várias cidades e buscam provas que ligam pessoas aos esquemas de corrupção praticados na Petrobras.

De acordo com a PF essa linha de investigação procura desmantelar um esquema de corrupção envolvendo a contratação de um navio sonda da Petrobras e que tem fortes índices de fraudes ocorrido no processo licitatório. O empresário teria sido delatado pelo delator Fernando Baiano, um dos operadores do PMDB no esquema bilionário de corrupção, como um lobista na empresa Sete Brasil, empresa que administra o aluguel de sondas para a Petrobras.

Os investigados dessa nova fase da PF são suspeitos de ter praticados crimes de tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos, falsidade ideológica e formação de quadrilha.

Caso o empresário José Carlos Bumlai decida participar do processo de delação premiada, especialistas dizem que ele relataria um possível envolvimento direto de Lula nos esquemas de corrupção.

Depois de Lula ter ofendido alguns pastores, e vinculado Deus nesse esquema de corrupção que ocorre no Brasil, parece que as investigações estão cada vez mais perto do homem forte do PT. Vamos aguardar.

 

Portal Padom

André Santos

Deixe sua opinião