Denzel Washington alerta: “É uma guerra espiritual”, as redes sociais

'Esta é uma guerra espiritual', diz Denzel Washington sobre as redes sociais, "pessoas são levadas como ovelhas ao matadouro".

O ator Denzel Washington não mede as palavras quando se trata de sua fé em Deus. E em uma recente entrevista para o New York Times, Washington reiterou que ele é um “homem temente a Deus“, ao mesmo tempo em que alertou as pessoas para não se tornarem muito egocêntricas. 

“Esta é uma guerra espiritual. Portanto, não estou olhando para isso de uma perspectiva terrena“, disse ele na entrevista. “Se você não tiver uma âncora espiritual, será facilmente levado pelo vento e será levado à depressão.”

Washington entregou sua vida a Deus a muito tempo, mas demorou alguns anos para ele entender o peso dessa decisão. 

“Três vezes … acho que todos nós passamos por isso. Eu estava cheio do Espírito Santo e isso me assustou”, disse ele. “Eu não queria ir tão fundo… Eu queria festejar. Foi um sobrenatural, uma experiência única nesta vida que eu não pude entender completamente na época.”

Agora, o ator de 64 anos vive seus princípios de fé diariamente. 

“Sou um homem temente a Deus”, disse ele ao NYT. “Tento não me preocupar. O medo é a fé contaminada.”

Washington sai de seu caminho para ajudar os outros e encorajá-los.

O ator Corey Hawkins, que contracenou com Denzel em “The Tragedy of Macbeth”, disse ao New York Times que o ator ora com ele. 

“Às vezes começamos a conversar e você vê o pregador nele”, disse ele. “Ele é apenas um líder carismático nato que não tem medo de falar sobre suas próprias falhas, dúvidas ou deficiências.”

Washington se tornou mais franco sobre as armadilhas da mídia social. 

Durante seu discurso de aceitação do Life Achievement Award do American Film Institute , ele alertou contra o “mundo do Twitter que criamos para nossos filhos”.

“O mínimo que podemos fazer é considerar o que fizemos e pensar sobre os jovens”, disse o ator duas vezes vencedor do Oscar.

Ele também recentemente compartilhou a escritura encorajando as pessoas a não se concentrarem muito nas redes sociais. 

“A Bíblia diz que nos últimos dias – não sei se são os últimos dias, não cabe a mim saber – mas diz que seremos amantes de nós mesmos”, disse ele. “A fotografia nº 1 de hoje é uma selfie, ‘Oh, eu no protesto.’ ‘Eu com o fogo.’ ‘Siga-me.’ ‘Escuta-me.'”

“Estamos vivendo em uma época em que as pessoas estão dispostas a fazer qualquer coisa para serem seguidas. Qual é o efeito de longo ou curto prazo de muita informação? Está indo rápido e pode ser manipulado obviamente de uma infinidade de maneiras. E as pessoas são levadas como ovelhas ao matadouro”, acrescentou Washington.

Seu foco tornou-se mais voltado para o céu. 

“Haverá duas linhas, a linha longa e a linha curta, e estou interessado em estar na linha curta.”

Deixe sua opinião