Denúncias de José Júnior, coordenador do AfroReggae, serão investigadas pela polícia

207

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou, por meio de nota divulgada na tarde desta quarta-feira, que a chefe da instituição, Martha Rocha, “ao tomar conhecimento das denúncias que envolvem o pastor Marcos Pereira da Silva e o coordenador do AfroReggae, José Junior, determinou a instauração de um inquérito pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) que vai analisar as informações”.

José Júnior acusa o pastor de tramar sua morte e também de ordenar os ataques do tráfico que aterrorizaram o Rio no fim de 2006.

Extra / Portal Padom

Deixe sua opinião