decepcionado com deus
Você já se sentiu decepcionado e frustrado com Deus? Saiba como superar esse momento difícil e ter uma vida triunfante.

Você já ficou decepcionado quando Deus não apareceu, ou não fez da maneira que você esperava?

Seja honesto comigo.

Eu sei que você pode não achar que é “cristão” ficar desapontado com Deus, ou talvez você pense que mostra falta de fé. Mas decepção e frustração fazem parte do aprendizado da verdadeira natureza da fé.

Muitas orações ousadas ficaram sem resposta. Tive sonhos destruídos e vi o que pensava ser a vontade de Deus não se realizar. Tive que assumir a difícil tarefa de reconciliar o que acreditava sobre Deus com a realidade do que estava acontecendo em minha vida. Então eu entendo.

Não há problema em ficar decepcionado porque Deus não respondeu à sua oração, não curou o seu ente querido ou tirou a sua dor. É normal desejar que as coisas tivessem acontecido de forma diferente. A decepção com Deus pode vir de muitas maneiras diferentes, seja:

  • orações não respondidas
  • a morte de um sonho
  • o fim de um relacionamento
  • ferido pela Igreja
  • perda de um amado

Tenho certeza de que você poderia adicionar o seu próprio à lista.

É normal ficar desapontado, magoado, frustrado e até com raiva. Não é certo deixar esses sentimentos não serem processados ??e apodrecer sua fé. Como em qualquer relacionamento, se você não trouxer sua frustração e mágoa para a conversa, isso o deixará se sentindo isolado e amargo.

Superar a decepção com Deus não é um processo que serve para todos os casos. A jornada de cada pessoa é diferente. Mas, no final das contas, você precisa deixar de lado o que acha que Deus deveria fazer e começar a prestar atenção no que Ele está fazendo.

O Fundamento da Fé

No décimo primeiro capítulo do Evangelho Segundo João, Jesus é informado de que seu bom amigo Lázaro está doente e morrendo. As irmãs de Lázaro, Maria e Marta, mandam dizer a Jesus para que venha rapidamente. Eles mandam chamá-lo supondo que, visto que ele curou incontáveis ??outros enfermos, ele também curaria Lázaro.

Maria e Marta eram amigas de Jesus e apoiaram pessoalmente a ele e sua missão. Mas, por alguma razão inexplicável, Jesus optou por não ir até seu amigo. Ele até parece ignorar as preocupações sobre a condição de Lázaro, dizendo: “Esta doença não terminará em morte” (11: 4).

Então Lázaro morreu.

Quando Jesus e seus discípulos chegaram ao local onde a família mora, Lázaro já estava morto há quatro dias.

Maria e Marta não estão apenas de luto pela perda de seu irmão, mas também lidando com sua decepção com Jesus por não corresponder às suas expectativas.

A interação de Jesus com as irmãs nos dá uma estrutura poderosa para lidar com e superar decepções. Vou usar o desapontamento para encapsular todas e quaisquer emoções que possamos sentir, incluindo raiva, mágoa, frustração, desespero, etc.

Veja como a história se desenrola e o que podemos aprender com ela para superar o desapontamento.

Admita que você está decepcionado

"Senhor", disse Marta a Jesus, "se você estivesse aqui, meu irmão não teria morrido." (João 11:21 NLT)

Isso pode parecer óbvio, mas não podemos superar a decepção com Deus se não admitirmos para nós mesmos e para Ele.

Você pode ficar tentado a sobrescrever suas emoções, dizendo “Deus tem um plano, só não sei o que é” ou “Quando Deus fecha uma porta, ele abre uma janela”. Mas se não admitirmos que estamos desapontados, magoados ou frustrados, esses clichês são como colocar um curativo em um membro decepado. Eles realmente não ajudam em nada.

Admitir que nos sentimos desapontados com Deus pode ser difícil e desconfortável para algumas pessoas. Mas é um primeiro passo necessário para superar um grande obstáculo à nossa fé.

Marta acreditava que, se Jesus tivesse agido antes, ele poderia ter mudado toda a situação. Muitos de nós nos sentimos semelhantes. Como diz NT Wright:

“Se você é como [Marta] e tem um ‘se’ em seu coração ou mente agora, coloque-se no lugar de Marta. Corra para encontrar Jesus. Conte a Ele o problema. Pergunte a Ele por que Ele não veio antes, por que Ele permitiu que uma coisa horrível acontecesse ”

Admitir que está desapontado com Deus não mostra falta de fé. Na verdade, mostra fé de que você pode seguir em frente. Não seja tímido, deixe sua frustração voar para que você possa limpar o ar e abrir espaço para algo novo. Ore, escreva, converse e faça o que for preciso para liberar essa decepção.

Leve Deus ao lugar da sua dor

"E disse: Onde o pusestes? Disseram-lhe: Senhor, vem, e vê." - João 11:34

Quando admitimos nossa decepção diante de Deus, é importante sermos específicos.

Não apenas, Deus, estou desapontado que ele terminou comigo. Mais na linha de Estou desapontado que ele terminou comigo e eu orei para que você o enviasse para mim e todos pensaram que éramos perfeitos um para o outro e agora minha vida acabou.

Agora respire.

Esse nível de especificidade ajuda você a entender exatamente por que está chateado. Pode demorar um pouco para chegar ao fundo disso.

Você já se sentiu frustrado com alguém, mas não sabia realmente por que estava frustrado? Você apenas sabe que não quer estar com eles. O problema nunca fica melhor até que você possa articular especificamente o que o perturba.

Jesus poderia ter ficado onde estava e ressuscitar Lázaro dos mortos, mas ele pediu para ser levado ao local específico do corpo de Lázaro para que as pessoas com ele pudessem vê-lo falando sobre uma situação específica.

Foi no lugar da maior dor de Maria e Marta, que Jesus realizou seu maior milagre.

Mude sua perspectiva

Então Jesus disse: “Eu não te disse que se você crer, verá a glória de Deus?” (João 11:40 NLT)

Acredite no que exatamente? Neste ponto da narrativa, Jesus, Maria e Marta foram para a caverna onde Lázaro está sepultado. Maria e Marta ainda estão desapontadas e se perguntando como Jesus poderia fazer algo sobre a situação.

Quando Jesus pergunta às irmãs novamente se elas “acreditam”, Ele está se referindo a uma declaração que ele fez anteriormente em 11:23-25:

Jesus disse a ela: “Seu irmão se levantará novamente.”

Marta respondeu: “Sei que ele ressuscitará na ressurreição no último dia”.

Jesus disse a ela: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem acreditar em mim viverá, mesmo que morra; e quem vive acreditando em mim nunca morrerá. Você acredita nisso? ”

Jesus pediu a Marta que olhasse além de seu desapontamento e se abrisse a possibilidades além do que ela poderia ver imediatamente.

Esta é a parte mais difícil. É bom segurar a decepção por um tempo. Você tem uma sensação de poder por ser a vítima. Deus, você me decepcionou quando mais precisei de você, como poderia confiar em você de novo?

Mas se afastar da fé porque você está desapontado ou magoado é baseado no ego. É um senso de direito que diz “Deus, se você não trabalha exatamente da maneira que eu espero, isso deve significar que você não me ama”.

Jesus chamou Maria e Marta para mudar sua perspectiva sobre o que significa agir de Deus.

Ninguém esperava que Jesus ressuscitasse um homem dos mortos. Eles esperavam que ele trabalhasse enquanto Lázaro ainda estava vivo. Mas Jesus tem outra coisa em mente. Em vez disso, ele escolheu trabalhar quando seus amigos estavam sem esperança, para mostrar a eles que mesmo quando tudo parecia perdido, a ressurreição ainda é possível.

Portanto, não é coincidência que ele ressuscitou Lázaro pouco antes de sua própria morte. Quem poderia esperar o que Deus estava prestes a fazer?

Conclusão

Sua decepção não é o seu destino. Sua história não acabou e a última palavra não foi dita em sua vida. A fé sempre nos chama para a frente. Precisamos estar dispostos a superar nosso desapontamento, liberando como pensamos que Deus deveria trabalhar e aceitar como Ele está trabalhando.

por: KYLE CHASTAIN
traduzido e adaptado por: Pb. Thiago D. F. de Lima

Deixe sua opinião