Daniela Mercury
Daniela Mercury critica os programas evangelísticos da tv, alfineta a igreja Católica e faz alusão de que a Bíblia para ela não tem valor social.
Daniela Mercury
Daniela Mercury critica os programas evangelísticos da tv, alfineta a igreja Católica e faz alusão de que a Bíblia para ela não tem valor social.

Daniela Mercury, depois de alfinetar pastores evangélicos no Twitter, dizendo que ‘Quem precisa de pastores são ovelhas’, usou a mesma rede social na manha desta sexta-feira, para criticar a quantidade de programas evangélicos na radio e televisão.

“Vivemos num país laico. O Brasil não optou por nenhuma religião.Então por que tanta evangelização na televisão e no rádio?Isso está errado!” escreveu a cantora de 47 anos.

Após essa postagem, a cantora recebeu dezenas de apoios de seus seguidores, um deles criticou dizendo – “@danielamercury As pessoas dão mais da metade dos salários pras igrejas e estas tem grana pra comprar concessões de rádio e TV. E assim vai!” – @astraccia.

Daniela aproveitou para dizer que as concessões são publicas, por isso não devem ser compradas, pois segundo ela, pertencem a todo o povo brasileiro, e denunciou que elas são concedias para as igrejas em troca de ‘apoio político’.

 

No entanto, outros usuários do Twitter, criticaram a opinião da baiana, o @Zecageleilate escreveu: “Errado, vivemos em um Estado laico, um governo laico, é diferente de um pais laico, viva a liberdade de credo.”

“Não gosto de suas musicas e nem por isso acho errado elas tocarem nos rádios. O Brasil é um estado laico e não laicista. @danielamercury” escreveu [email protected]

Em uma enxurrada de critica aos cristãos, ela criticou a isenção de impostos para as igrejas dizendo: – “Se crenças e religiões fazem parte da cultura de um povo, por que os artistas e produtores culturais pagam tantos impostos e as igrejas não?”

Leia também!  Ricardo Gondim afirma que a maledicência abomina ao Senhor mais que os pecados sexuais

Em uma alusão de que a Bíblia para ela não tem nenhum valor social, a cantora disse ainda que – “Os livros que regem nossa convivência social são a constituição brasileira e a declaração universal dos direitos humanos.”

Como aparentemente ela usou o dia para chamar a atenção criticando os cristãos e praticamente conseguiu ela escreveu ainda que –  “Não são só os cristãos que são bons,tem gente boa com dezenas de outras crenças na face da terra! Quero ver nesse mundo verdadeiros testemunhos de amor, humildade e generosidade,o resto é papo furado!

E aproveitou também para alfinetar a igreja católica, dizendo que “Fomos colonizados e dominados através da religião, muitos morreram com a Inquisição católica.Já basta de absurdos e atraso em nome de Deus.”.

Portal Padom

Deixe sua opinião