JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

O mundo espera ansioso o encontro do presidente americano  Donald Trump, com o líder da Coreia do Norte Kim Jong-Un, que ocorrerá na próxima terça-feira, 12, em Singapura.

Devido a importância deste encontro, o ministério cristão Open Doors (Portas Abertas), esta convocando os cristãos de todo o mundo para participar de 24 horas em oração, intercedendo a Deus em prol deste encontro.

Para isso, o Portas Abertas, estará disponibilizando para aqueles que quiserem participar deste momento de intercessão, um palestra online com um especialista em igreja perseguida na Coréia do Norte.

O ministério criado pelo irmão André lembra os cristãos sobre o poder da oração, pois elas “podem ir aonde não podemos… não há fronteiras, nem muros de prisão, nem portas fechadas para nós quando oramos”.

Em um post sobre o evento, o Portas Abertas também lembra os crentes, que existe ocasiões especiais que as orações devem ser acompanhadas de jejum, contra “situações espiritualmente teimosas”.

As histórias atuais da Coréia do Norte certamente parecem qualificá-la como tal situação.

“Nos últimos 17 anos consecutivos”, diz o Portas Abertas, “a Coréia do Norte se classificou como o país número 1 mais perigoso para os cristãos na World Watch List. O país tornou-se famoso por suas violações dos direitos humanos dos norte-coreanos e tratamento severo contra os cristãos norte-coreanos.

“Os norte-coreanos devem adorar a família governante – nada mais – e o cristianismo é ilegal e quem o pratica é punido. A descoberta da fé resulta em prisão nos notórios campos de prisioneiros do país e até em morte não apenas do indivíduo ou da família, mas também em três gerações familiares.”

“Satanás não tem medo de nada além da oração”, escreveu o ministro do século 19, Samuel Chadwick. “Sua única preocupação é impedir que os santos orem. Ele não teme nada de estudos sem oração, trabalho sem oração, religião sem oração. Ele ri do nosso trabalho, zomba da nossa sabedoria, mas treme quando oramos”.

Vamos orar então, para que a vontade de Deus seja feita nos corações e nas políticas no dia 12 de junho.

Portal Padom

Deixe sua opinião