Cristãos são perseguidos por causa de caricaturas de Maomé

0
72

Noticias Gospel Os protestos islâmicos contra as caricaturas do Maomé, o profeta do Islã, se têm espalhado pelo mundo. O país africano de Níger tem sido um dos mais afetados. Ali os manifestantes atearam fogo nas igrejas localizadas na capital e mataram varias pessoas. Mas estes fortes protestos tem se entendido desde o Iêmen ao Paquistão.

Os protestos se tornaram mortal na África Ocidental. O presidente do Níger disse que pelo menos 10 pessoas morreram durante os dois dias de manifestações violentas contra uma caricatura recente do profeta Maomé, feita pelo semanário satírico francês Charlie Hebdo. O primeiro ataque após 07 de janeiro às suas instalações, que deixou 12 mortos.

Os manifestantes queimaram igrejas e destruiu quase 40 delas na capital do Níger.

“Muitos dos pastores e suas famílias estão desabrigadas. O governo deu-lhes um lugar para ficar. A maioria dos cristãos tem deixado as suas casas para ir para o outro lugar”, disse Yacouba Seydou, pastor.

A CBN News falou com Yacouba Seydou, um pastor que tem uma igreja na região. Ele e outros pastores e líderes da igreja tiveram uma reunião de emergência com o primeiro-ministro.

“Estava muito, muito preocupado e se sentiu muito mal pelo o que aconteceu e se ofereceu para ajudar e fez“, disse Seydou.

O Primeiro-Ministro foi capaz de ajudar os cristãos a encontrando para eles lugares para ficar. E o fornecendo suprimentos essenciais.

No Paquistão, as pessoas levantaram bandeiras francesas, americanas e israelenses e ergueram um cartaz que dizia: “Nós condenamos a blasfêmia contra Maomé em Charlie Hebdo”. A tradição islâmica mais conhecida diz que qualquer representação física de Maomé, mesmo respeitoso, é considerada blasfêmia.

No Afeganistão, centenas queimarem a bandeira francesa e gritavam “Morte à França“. Os manifestantes também pediram que a embaixada francesa em Cabul fosse fechada e que o governo francês peça desculpas aos muçulmanos.

Infelizmente os cristãos estão sendo atacadas por causa dessas publicações desrespeitosas feitas por esse pessoal do Charlie Hebdo, que tem muitas vezes também atacado a fé cristã!

Portal Padom

Deixe sua opinião