Nicolás Maduro presidente da Venezuela - foto montagem
Nicolás Maduro presidente da Venezuela - foto montagem

Quatro cristãos na Venezuela foram vítimas de um ataque recente em que foram espancados com varas, repetidamente cortados com facas e forçados a comer páginas arrancadas de uma Bíblia.

O Ministério Cristão Portas Abertas, Reino Unido, relata que o ataque ocorreu em Libertador, uma cidade no estado de Mérida. Os quatro homens estavam em uma casa de propriedade do ministério quando oito homens encapuzados invadiram e saquearam a casa. Eles usaram facas para cortar Xs nos corpos dos cristãos e os forçaram a comer as páginas de uma Bíblia.

“Os criminosos cobriram nossos rostos e começaram a nos espancar e esfaquear”, disse uma das vítimas.

Os quatro ingressaram recentemente na Restoration House (Casa da Restauração), um programa religioso de reabilitação de drogas, fundado pelo Pastor Dugarte.

Na América Latina, as gangues de traficantes vêem as igrejas como inimigas, porque seus ensinamentos evitam que os membros da igreja se envolvam no comércio de drogas, de acordo com o ministério cristão.

Dugarte disse que várias ameaças foram feitas antes do ataque.

“Semanas antes do ataque, no meio de uma reunião para discutir questões da vizinhança, dois homens disseram que iam encerrar a Casa da Restauração porque não concordavam com esse tipo de programa”, disse ele.

O pastor disse que lhe pediram uma lista com os nomes dos homens que viviam na casa, mas recusou.

Os quatro homens receberam alta do hospital. Foi relatado que um deles tem ferimentos nos pulmões, na cabeça, duas costelas quebradas e continua com problemas de saúde. Dois dos outros homens estão com as pernas e os braços engessados.

O pastor entrou com uma queixa criminal contra os dois homens da reunião do bairro, que ele acredita terem liderado o ataque.

Leia também!  Exército egípcio é acusado de não proteger os cristãos

Dugarte disse que continuará o programa da Casa de Restauração no futuro, mas entende que as pessoas que vivem lá podem estar em perigo.

De acordo com O Portas Abertas Reino Unido, a Venezuela tem uma população de 28,6 milhões e é predominantemente católica romana (96 por cento). Cerca de dois por cento são protestantes.

A organização observou que, embora a Venezuela não esteja listada na lista dos 50 principais do World Watch, que lista os países onde é mais difícil seguir Jesus, a perseguição aos cristãos em outras partes da América Latina está aumentando.

Deixe sua opinião