Cristãos renunciam a proselitimo

0
72

Em comunicado, igrejas Católica e Evangélica do Marrocos manifestam apoio a leis religiosas do país.Representantes das igrejas Católica e Evangélica no Marrocos reuniram-se para discutir as relações inter-religiosas com os muçulmanos, crença majoritária no país do norte da África. De acordo com os líderes dos dois segmentos cristãos, o diálogo entre as diferentes correntes religiosas tem uma dimensão intelectual, teológica, cultural e social. “A aproximação entre nossos fiéis deve ser feito com responsabilidade”, defendem, em comunicado conjunto,o arcebispo de Rabat, a capital do Marrocos, D.Vincent Landel, , e o presidente da Igreja Evangélica no país, Jean-Luc Blanc.

Os dois dirigentes manifestaram-se contrários às ações de proselitismo religioso, prática proibida pelas leis locais. A nota foi divulgada um dia depois de as autoridades marroquinas terem expulsado do país quatro evangélicas espanholas e uma alemã, acusadas de fazer proselitismo cristão entre muçulmanos. Blanc e Landel quiseram deixar claro, com seu comunicado, que suas respectivas igrejas, presentes no Marrocos há mais de um século, aprenderam, ao longo desse tempo, a viver em harmonia com o país e seus habitantes, e que se sentem “parte de sua história e desenvolvimento.”

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui